11-04-2019

Gehaka lança moinho de rolos com foco em praticidade e produtividade

Gehaka lança moinho de rolos com foco em praticidade e produtividade
Desenvolvido e fabricado no Brasil, o MRG2020 é um moinho de rolos elaborado para a dispersão e homogeneização de partículas próprias de produtos cosméticos na consistência de pastas e cremes, dentre outras. Voltado a laboratórios de indústrias de cosméticos e farmácias de manipulação, o lançamento da Gehaka tem como objetivo dinamizar o processo de quebra dos grumos, diminuindo o tempo de produção e aumentando a qualidade do produto final.


Construído inteiramente em aço inoxidável, o moinho é composto por três rolos finalizados em cromo duro que têm a função de quebrar os sólidos expostos a seu mecanismo, girando constantemente em velocidades diferentes. Os dois rolos traseiros puxam o material e o rolo frontal o aperta à espessura máxima de 10 mícrons (dez milésimos de milímetro). A partir dessas determinações, os componentes solidificados da fórmula adquirem uma consistência homogênea por meio de cilindros que se chocam uns nos outros e posteriormente são retirados por um raspador.


“Os cilindros trabalham em direções opostas e são regulados individualmente. Todos os componentes são totalmente homogeneizados, retirando-se o ar do produto e reduzindo ao mínimo o tamanho das partículas sólidas. Com isso, o creme, por exemplo, fica essencialmente ativo devido à facilidade de aplicação e à profunda penetração na pele”, informa Alexandre Fernandes, diretor de engenharia da Gehaka.


Dentre as características importantes do dispositivo, está um controlador digital, com tela sensível ao toque, que proporciona ao usuário um controle ainda maior de sua produção, como o controle exato da velocidade dos cilindros, que variam de 300 RPM, o recomendado pela marca, até 700 RPM. Outros fatores importantes são as interfaces de dados tipos Serial RS232C e USB 2.0, que possibilitam o controle do moinho por meio de um computador. A marca também destaca que a eliminação de perdas de amostras e a possibilidade de uso para qualquer formulação e viscosidade, com produção silenciosa, mínima ocupação de espaço sobre a bancada e maximização dos benefícios das composições.


“Por se tratar de um produto totalmente nacional, conseguimos que o BNDES financiasse o processo de compra”, explica Miguel Silva, coordenador de vendas da fábrica. A Gehaka lançará o produto durante a Pharma Share 2019, evento que acontece nesta semana, nos dias 12 e 13, em Campinas (SP).




Notícias relacionadas

Beraca lança Cannabinoid Active System: alternativa legal ao CBD

A empresa é a primeira a lançar um produto do gênero no Brasil. A inovação, resultado de mais de um ano de estudos, abre uma importante vantagem competitiva no mercado

+

Seminário de Atualização em Cosmetologia em Nova Iguaçu

A décima edição do evento promovido pela Tecnopress na cidade aconteceu no dia 13 de fevereiro

+

Congresso Brasileiro de Cosmetologia: chamada para trabalhos e áreas temáticas

A 32º edição do congresso acontecerá nos dias 2 a 4 de junho, em São Paulo

+

UFSCar é a 2ª universidade brasileira com maior impacto em publicações

Quesito analisado pelo Leiden Ranking compara percentual dos artigos publicados que alcançam alto impacto na comunidade científica

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos