29-07-2020

Brasil perde 1,2 milhão de empregos no semestre, informa Caged

Brasil perde 1,2 milhão de empregos no semestre, informa Caged
O Brasil registrou a perda de 1.198.363 de vagas de trabalho com carteira assinada no primeiro semestre do ano. Esse foi o pior resultado para o período desde o início da série histórica do Ministério da Economia, em 2010. No mesmo período do ano passado, foram criados 408.500 postos.


O resultado do primeiro semestre é a diferença entre 6.718.276 contratações e 7.916.639 demissões. No mês de junho foram fechadas 10.984 vagas formais, no pior resultado para o mês desde 2016 (-91.032 vagas). O número, contudo, representa desaceleração no ritmo de perda de vagas em relação aos meses anteriores, também afetados pela pandemia. No mês de abril foram fechadas 918.286 vagas. Em maio, houve o corte de 350.303 postos de trabalho.


Os setores de comércio e serviços lideram o número de demissões em junho, com saldos negativos de 16.646 e 44.891 vagas, respectivamente. A agropecuária foi o setor com o melhor desempenho, com a abertura de 36.836 novas vagas, seguido pela construção civil, que registrou saldo positivo de 17.270 postos.




Notícias relacionadas

Mitos e verdades sobre o uso de cosméticos na pandemia

É possível ter uma pele bronzeada em pleno isolamento social? A especialista em sun care e skin care Juliana Flor, da DSM, esclarece esta e outras questões

+

Givaudan conclui aquisição da Alderys

O negócio permitirá a expansão do portfólio de produtos naturais e de fontes biológicas da companhia

+

Varejo paulista tem queda de 13,3% em maio, diz FecomercioSP

Foi o quarto pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 2008

+

L’Oréal Brasil abre 500 vagas para curso on-line e gratuito de cosmetologia

A segunda edição do programa "Cientistas do Futuro" receberá inscrições de universitários de todo o país

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos