18-05-2020

IPC-S recua 0,53% na 2ª quadrissemana de maio, aponta FGV

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) intensificou a deflação na segunda quadrissemana de maio, ao recuar 0,53%, na comparação com declínio de 0,34% na primeira leitura do mês, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).


Seis das oito classes de despesa componentes do indicador registraram decréscimo em suas taxas de variação. O destaque foi o grupo Educação, Leitura e Recreação (de -1,47% para -2,13%). Também houve baixa nos preços de Transportes (-2,26% para -2,58%), Alimentação (0,94% para 0,71%), Habitação (0,01% para -0,12%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,30% para 0,28%) e Despesas Diversas (0,27% para 0,20%).


Dentre os conjuntos de preços que ajudaram a arrefecer o IPC-S, estão: gasolina (-7,89% para -8,76%), tarifa de eletricidade residencial (-0,23% para -0,62%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (0,41% para 0,31%). Os grupos que apresentaram avanço em suas taxas de variação foram Vestuário (-0,27% para -0,18%) e Comunicação (0,04% para 0,06%).




Notícias relacionadas

Givaudan anuncia futura aquisição da Alderys

A compra da empresa francesa de biotecnologia permitirá a expansão do portfólio de produtos naturais e de fontes biológicas da companhia

+

IGP-M desacelera alta a 0,28% em maio, diz FGV

O Índice de Preços ao Consumidor, que tem peso de 30% sobre o índice geral, teve recuo de 0,60%

+

Confiança da indústria tem pequena recuperação em maio, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria subiu de 3,2 pontos em maio. A alta, contudo, não compensa as fortes perdas registradas de fevereiro a abril

+

Naturaltech e Bio Brazil Fair | Biofach America Latina é adiada para 2021

O evento, que abrange as áreas de alimentos, moda, cosméticos, produtos de higiene e serviços, acontecerá em junho do próximo ano

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos