19-02-2020

FGV: desigualdade de renda tem primeira queda em cinco anos

FGV: desigualdade de renda tem primeira queda em cinco anos
Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) sobre o Índice de Gini, que mede a concentração de renda no país usando uma escala de 0 a 1 (quanto mais próximo de 1, maior é a concentração) mostra que o quarto trimestre de 2019 interrompeu uma sequencia de cinco anos de altas.


O indicador havia subido por 18 trimestres seguidos, na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, e chegou a atingir o maior nível da década em 2019. Contudo, no quarto trimestre, caiu 0,12%, na primeira queda desde o primeiro trimestre de 2015. A desigualdade no país aumentou no acumulado de 2019 em relação a 2018 (alta de 0,17%), mas foi o menor avanço desde 2014.


“A desigualdade de renda subiu [em 2019] mas, agora, parece ter atingido o topo. Não se pode dizer com certeza, mas, avaliando trimestralmente, deve continuar a cair, como em um ciclo”, afirmou Marcelo Neri, diretor da FGV Social.


O estudo também aponta que a renda per capita média do brasileiro e o nível de bem-estar social, que soma a desigualdade de renda do trabalho e a renda per capita, continuam a subir. A renda per capita média subiu pelo terceiro ano seguido, para R$ 846, aumento de 1,6% em relação a 2018. Com isso, o bem-estar social também cresceu: 1,32%, o melhor desempenho desde o início da recessão, em 2015.




Notícias relacionadas

L’Oréal terá sucessor para CEO Jean-Paul Agon

O substituto para o executivo – que ingressou no grupo em 1978 – será anunciado em abril de 2021

+

CNI: pesquisa aponta que inovação será determinante no pós-pandemia

Entre as mais de 400 empresas ouvidas, 83% afirmam que precisarão de mais inovação para crescer ou mesmo sobreviver no mundo pós-covid 19

+

Confiança no setor de serviços cresce 11,2 pontos em junho ante maio, diz FGV

Houve melhora de 20,6 pontos nos últimos dois meses. Contudo, o índice recuperou apenas 48% das perdas sofridas em março e abril

+

in-cosmetics Latin America é postergada para setembro de 2021

A organização informa que a decisão foi tomada para proteger expositores, visitantes e parceiros

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos