10-01-2020

Produção industrial volta a recuar em novembro, diz IBGE

A indústria do Brasil voltou a recuar em novembro, depois de três meses de alta, registrando o resultado mais fraco para o período em quatro anos, com perdas nas quatro grandes categorias econômicas. Segundo dados do IBGE, a produção industrial caiu 1,2% em relação a outubro.


O resultado anula parte da expansão acumulada de 2,2% entre agosto e outubro e é a leitura mais fraca desde a queda de 1,4% vista em março. Para meses de novembro, a queda foi a mais forte desde 2015, quando a indústria encolheu 1,9%.


Na comparação com novembro de 2018, houve queda de 1,7%, interrompendo dois meses de resultados positivos consecutivos. No acumulado do ano, o setor apresenta perda de 1,1%. Entre as categorias econômicas, a maior queda (de 2,4%) foi registrada em bens de consumo duráveis, influenciada principalmente pela menor produção de automóveis.


Entre as atividades pesquisadas, 16 das 26 apresentaram queda, sendo as principais influências negativas produtos alimentícios (-3,3%), veículos automotores, reboques e carrocerias (-4,4%) e indústrias extrativas (-1,7%).




Notícias relacionadas

Abihpec: setor cosmético tem alta de 0,6% no faturamento de janeiro a maio

Em volume, houve crescimento de 2,8% nos primeiros cinco meses do ano

+

Symrise inaugura novo laboratório da divisão de Ingredientes Cosméticos

A unidade disponibiliza um banco de formulações globais, alinhadas às tendências de consumo

+

Varejo reage em maio, com alta de 13,9%

Segundo o IBGE, todas as atividades pesquisadas registraram crescimento em maio ante o mês anterior

+

Indicador Antecedente de Emprego tem 2ª alta seguida em junho, diz FGV

O indicador subiu 14 pontos na passagem de maio para junho. A alta, contudo, foi insuficiente para recuperar as perdas registradas em março e abril

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos