08-11-2019

IPCA tem menor taxa para o mês de outubro desde 1998

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, subiu 0,10% em outubro, segundo dados divulgados pelo IBGE. Essa é o menor resultado para um mês de outubro desde 1998, quando o índice registrou variação de 0,02%.


Com o resultado, o índice acumula alta de 2,60% em nove meses. Em 12 meses, o IPCA avançou 2,54%, abaixo dos 2,89% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores, ficando abaixo do piso da meta definida pelo governo para o ano. O cenário reforça as expectativas de economistas, de um novo corte na taxa básica de juros, atualmente em 5% ao ano.


A meta central de inflação para este ano é de 4,25% e o intervalo de tolerância varia de 2,75% a 5,75%. A variação de 2,54% em 12 meses é a menor para esse intervalo desde agosto de 2017 (2,46%). Os grupos apresentaram as seguintes variações em outubro: Alimentação e Bebidas, 0,05%; Habitação, -0,61%; Artigos de Residência, -0,09%; Vestuário, 0,63%; Transportes, 0,45%; Saúde e Cuidados Pessoais, 0,40%; Despesas Pessoais, 0,20%; Educação, 0,03%; e Comunicação, -0,01%.




Notícias relacionadas

Confiança do comércio sobe 1,7% em fevereiro ante o mês anterior, aponta CNC

Em relação a fevereiro de 2019, a alta do indicador foi de 2,7%

+

Prévia da inflação oficial desacelera para 0,22% em fevereiro, diz IBGE

Esse é o menor resultado do IPCA-15 para meses de fevereiro desde o início do Plano Real, em 1994

+

Chega ao mercado o Green Goddess, óleo facial com CBD da Avon

Desenvolvido para peles sensíveis, o produto tem 99% de ingredientes naturais

+

Unilever inicia revisão estratégica de suas marcas de beleza

A revisão tem foco nas marcas do mercado de massa, sobretudo as que apresentam baixo desempenho ou potencial limitado

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos