19-07-2019

Comércio eletrônico cresce 12% no primeiro semestre, diz Ebit-Nielsen

Levantamento feito pela Ebit-Nielsen aponta que o e-commerce brasileiro faturou R$ 26,4 bilhões no primeiro semestre de 2019 e teve crescimento de 12% em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando registrou receita de R$ 23,6 bilhões. O número de pedidos aumentou 20%, passando de 54,4 milhões para 65,2 milhões de compras.


Também houve avanço no registro de novos entrantes: 18% dos consumidores tiveram a sua primeira experiência de compra on-line. A pesquisa confirma a consolidação do comércio eletrônico como canal de vendas em eventos sazonais, como Carnaval, Dia das Mães e Dia dos Namorados.


No entanto, mesmo apresentando um cenário positivo no semestre, o segmento registrou queda de 7% no ticket médio, reduzido de R$ 433 para R$ 404. Segundo a Ebit-Nielsen, a expectativa é que o segundo semestre seja melhor que o primeiro e que 2019 feche com vendas de R$ 59,8 bilhões, uma expansão de 12% ante os R$ 53,2 bilhões registrados em 2018. Os pedidos também devem permanecer crescendo, atingindo a marca dos 144 milhões, 18% acima do observado no período anterior.




Notícias relacionadas

Natura entre as empresas mais sustentáveis do mundo

A companhia é a primeira do setor cosmético a figurar no ranking Global 100, elaborado pela Corporate Knights

+

Vendas do setor desaceleram em 2019

Os números ainda não foram fechados, mas a Abihpec estima que houve expansão real de 0,69%. Para 2020, a projeção é de 1,5%

+

Fundo de investimentos compra participação na Duty Cosméticos

A marca de produtos capilares foi lançada em 2019 por Daniel de Jesus, que alguns anos atrás vendeu a Niely para a L’Oréal

+

L’Occitane cria fundo para emergências climáticas

Em sua primeira iniciativa, o grupo disponibilizará € 400 mil para ajudar a financiar projetos dedicados à revitalização de ecossistemas

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos