11-07-2019

Inflação da terceira idade recua no 2º trimestre

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), indicador da FGV que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos de idade, registrou no segundo trimestre variação de 0,97%. O resultado mostra um decréscimo de 0,52 ponto percentual em relação ao primeiro trimestre.


Em 12 meses, o IPC-3i acumula alta de 4%. Com o resultado, a variação do indicador ficou acima da taxa acumulada pelo IPC-BR, que foi de 3,73%. Esse indicador mede a variação de preços do restante da população, que são as famílias com renda de um a 33 salários mínimos mensais.


Quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. São elas: Alimentação (de 3,49% para 0,02%), Habitação (1,46% para 0,79%), Comunicação (0,17% para 0,13%) e Despesas Diversas (0,69% para 0,68%). Em contrapartida, os seguintes grupos apresentaram avanço em suas taxas de variação: Saúde e Cuidados Pessoais (1,28% para 2,05%), Transportes (0,14% para 0,77%), Vestuário (-0,32% para 2,09%) e
Educação, Leitura e Recreação (1,09% para 1,90%).




Notícias relacionadas

Lucro da P&G sobe 16% no 2º trimestre fiscal

De setembro a dezembro de 2019, a receita da companhia totalizou US$ 18,24 bilhões, alta de 5% na comparação com igual período de 2018

+

Confiança do empresário é a maior desde junho de 2010, diz CNI

A entidade aponta que, em janeiro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial manteve a tendência de aumento observada desde junho de 2019

+

Natura entre as empresas mais sustentáveis do mundo

A companhia é a primeira do setor cosmético a figurar no ranking Global 100, elaborado pela Corporate Knights

+

ABC faz homenagem a Remo De Simone

A família do químico recebeu uma placa em reconhecimento à contribuição do profissional à cosmetologia, ao longo de cinco décadas

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos