13-05-2019

Vendas da Revlon recuam 1,3% no primeiro trimestre

O grupo Revlon informou que suas vendas líquidas diminuíram 1,3%, para US$ 553,2 milhões, no primeiro trimestre encerrado em 31 de março, ante US$ 560,7 milhões no mesmo período do ano passado. No entanto, a companhia ressaltou que tanto a sua marca homônima, como a Elizabeth Arden tiveram um forte crescimento na receita.


As marcas Revlon e Elizabeth Arden registraram crescimento nas vendas de 7,9 e 5,4%, respectivamente. O EBITDA ajustado foi de US$ 38,8 milhões, contra US$ 4,2 milhões no ano passado. O prejuízo líquido foi de US$ 75,1 milhões no primeiro trimestre, inferior aos US$ 90,3 milhões registrados no mesmo período do ano passado. “Nossas áreas de foco estratégico, que são comércio eletrônico, cuidados com a pele de Elizabeth Arden, China e varejo de viagem continuaram dando bons resultados e, graças à um resultado operacional melhor, conseguimos obter crescimento do EBITDA ajustado pelo terceiro trimestre consecutivo”, afirmou Debra Perelman, diretora geral da Revlon.




Notícias relacionadas

Natura anuncia medidas após aquisição da Avon

Executivos informam que a transação não vai alterar estruturas comerciais e as identidades serão mantidas

+

Buscas sobre beleza crescem 37% no Brasil, diz Google

O estudo, que analisou comportamentos de busca no Google e no YouTube, também indica um avanço de 24% no interesse por maquiagem em 2018

+

Natura avança em acordo para compra do controle da Avon

A companhia informa que está “em discussões avançadas” de negociação. Segundo o Financial Times, o valor estimado da transação é de US$ 2 bilhões

+

Panorama de tendências na América Latina

O 24º Colamiqc – Congresso Latino-Americano e Ibérico de Químicos Cosméticos acontece nesta semana, paralelamente à FCE Cosmetique, em São Paulo

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos