12-04-2019

CNI reduz para 1,1% a projeção de crescimento da indústria em 2019

A indústria brasileira deve fechar o ano com crescimento de 1,1%, segundo estimativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A taxa é quase um terço da projeção feita em dezembro do ano passado, quando o setor esperava uma expansão de 3% para este ano.


A entidade aponta que a expectativa de baixo crescimento é fruto da percepção de que a tramitação das reformas estruturais da economia brasileira – como a reforma da Previdência – será mais complexa e demorada do que se imaginava. Por meio de seu Informe Conjuntural, a CNI também revisou suas estimativas para o crescimento da economia como um todo. A previsão passou de 2,7% para 2%.


As previsões da entidade para as contas do governo melhoraram: o déficit primário projetado caiu de 1,57% do PIB em dezembro para 1,39%. A estimativa para a dívida do setor público caiu de 79,5% para 72,2% do PIB.




Notícias relacionadas

Avon vende unidade da América do Norte à LG Household & Health Care

A operação, no valor de US$ 125 milhões, deverá ser concluída em setembro

+

IPCA-15 é o mais elevado para o mês de abril em quatro anos

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, ficou em 0,72%

+

Clarins apoia projeto para redução de plásticos nos oceanos

A marca apoiará a Plastic Odyssey, uma expedição de três anos por algumas das costas mais poluídas do planeta

+

Pesquisa da Avon revela dados sobre cuidado facial no Brasil

O estudo “A relação das brasileiras com a pele do rosto” investigou os hábitos de mulheres de 25 a 60 anos, de todas as regiões do país

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos