11-02-2019

Coty tem queda de 4,8% nas vendas do segundo trimestre de seu ano fiscal

Coty tem queda de 4,8% nas vendas do segundo trimestre de seu ano fiscal
No segundo trimestre do ano fiscal de 2018/2019, encerrado em 31 de dezembro de 2018, a Coty registrou receita de US$ 2,51 bilhões, uma queda de 4,8% ante o mesmo período do ano anterior. A companhia, que é proprietária de marcas como O.P.I, Gucci e Wella, também teve perda líquida de US$ 960,6 milhões, em relação ao lucro de US$ 109,2 milhões registrado um ano antes.


Na divisão de luxo do grupo as vendas aumentaram em 7%, para US$ 1,07 bilhão, graças ao desempenho de Gucci, Marcs Jacobs e Burberry. A divisão consumer beauty, por sua vez, registrou queda de 15%, para US$ 967,8 milhões, um declínio atribuído em grande parte ao fraco desempenho dos mercados norte-americano e europeu, mas também aos problemas de logística nos Estados Unidos. Por fim, na divisão profissional as vendas recuaram 4%, para US$ 525 milhões.


A receita da Coty na Europa, que responde por 48% das vendas do grupo, atingiu US$ 1,2 bilhão, uma queda de 7%. No mercado norte-americano, no entanto, as vendas permaneceram estáveis em US$ 741,8 milhões. Nos primeiros seis meses do ano fiscal, as vendas da Coty totalizaram US$ 4,54 bilhões, um recuo de 6,8%.




Notícias relacionadas

DSM tem alta nas vendas globais, com destaque para AL

Em 2018, houve crescimento de 6% ante o ano anterior. Os resultados na América Latina representaram 12% das vendas da empresa

+

E-commerce tem alta de 12% em 2018

Segundo a EbitNielsen, o segmento encerrou o ano com faturamento de R$ 53,2 bilhões. Para 2019, a expectativa é de expansão de 15%, com vendas totais de R$ 61,2 bilhões

+

C&A passa a vender cosméticos em lojas físicas

A iniciativa acontece em parceria com 24 marcas de destaque no mercado, em duas unidades da rede em São Paulo

+

Coty cria comitê para avaliar proposta da JAB Holding Company

Na última semana, a fabricante francesa de cosméticos recebeu da empresa de investimentos alemã uma oferta de compra de até 150 milhões de ações. Com a transação, a fatia da JAB na Coty aumentaria de 39% para 60%

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos