16-01-2019

Euromonitor aponta tendências globais de consumo para este ano

A Euromonitor International, empresa de pesquisa de mercado, lança mais uma edição de seu relatório anual sobre tendências de consumo. O documento “10 Principais Tendências Globais de Consumo 2019” revela as tendências emergentes neste ano, abordando novos valores e hábitos dos consumidores e como esses comportamentos podem impactar negócios globalmente.


“A inteligência é o fio condutor que une todas as tendências em 2019. Em um mundo cheio de opções, as necessidades e desejos dos consumidores estão mudando rapidamente”, diz Gina Westbrook, diretora de estilos de vida na Euromonitor International. Em síntese, as tendências são:


Agnóstico em relação à idade – os conceitos sobre a velhice estão mudando. À medida que as pessoas vivem por mais tempo e cuidam melhor de si mesmas, os consumidores mais velhos sentem e querem ser tratados como jovens.


De volta ao básico como símbolo de status – consumidores buscam por experiências e produtos autênticos, afastando-se do materialismo e dos produtos genéricos em favor da simplicidade e de artigos de maior qualidade.


Consumidor consciente – o posicionamento ético que costumava ser o domínio de empresas de nicho, hoje é adotado por empresas convencionais por meio de produtos que trazem maior preocupação com o bem-estar animal.


Digitalmente juntos – à medida que nossa capacidade e conforto para usar a tecnologia aumentam, também cresce o potencial do que pode ser criado ou experimentado em conjunto, mas remotamente.


Todos são especialistas – consumidores dependem mais de uma determinada marca ou fonte de informação. Nesse cenário, as empresas precisam inovar constantemente para atrair compradores mais inquisitivos.


Encontrando meu Jomo – o medo de ficar de fora ou de não participar de algo (tendência "Fear of Missing Out" - Fomo) deu lugar à alegria de não participar (tendência "Joy of Missing Out" - Jomo). Os consumidores querem proteger seu bem-estar mental, desconectar-se da tecnologia e priorizar o que realmente gostam de fazer.


Eu posso cuidar de mim mesmo – à medida que as pessoas se tornam mais autossuficientes, elas tomam atitudes preventivas contra doenças, infelicidade e desconforto, sem consultar um profissional.


Eu quero um mundo livre de plástico – a iniciativa de alcançar uma sociedade livre de plásticos aumenta, criando um círculo virtuoso no qual as empresas ganham ao melhorar suas práticas de sustentabilidade.


Eu quero agora! – consumidores buscam gratificação instantânea e experiências simples que lhes permitam dedicar mais tempo às suas vidas profissionais e sociais.


Vivendo Sozinho – mais pessoas, especialmente os consumidores mais velhos, em todo o mundo, quebram o estigma de viver sozinhos e abraçam seus estilos de vida independentes.




Notícias relacionadas

DSM tem alta nas vendas globais, com destaque para AL

Em 2018, houve crescimento de 6% ante o ano anterior. Os resultados na América Latina representaram 12% das vendas da empresa

+

E-commerce tem alta de 12% em 2018

Segundo a EbitNielsen, o segmento encerrou o ano com faturamento de R$ 53,2 bilhões. Para 2019, a expectativa é de expansão de 15%, com vendas totais de R$ 61,2 bilhões

+

C&A passa a vender cosméticos em lojas físicas

A iniciativa acontece em parceria com 24 marcas de destaque no mercado, em duas unidades da rede em São Paulo

+

Coty cria comitê para avaliar proposta da JAB Holding Company

Na última semana, a fabricante francesa de cosméticos recebeu da empresa de investimentos alemã uma oferta de compra de até 150 milhões de ações. Com a transação, a fatia da JAB na Coty aumentaria de 39% para 60%

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos