Boas Prticas

Desconhecimento e desinteresse

Maio/Junho 2017

Carlos Alberto Trevisan

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Carlos Alberto Trevisan

Possivelmente, o desconhecimento dos benefcios justifique o desinteresse que muitas pessoas, especialmente aquelas em posio de comando dentro das organizaes, tm pela Qualidade. A razo de eu abordar o tema vem de insights surgidos durante minha participao em inmeros eventos sobre o assunto.

Em algumas das vrias apresentaes que tive oportunidade de fazer, indagaes de participantes dirigidas a mim indicaram que os inquiridores no possuam embasamento prtico-terico mnimo sobre os conceitos da Qualidade. Existe a falsa crena de que todos ns temos a noo do que significa qualidade de que sabemos o que certo e o que errado e, portanto, de que nada mais precisa ser feito para que a Qualidade acontea. Fao essa afirmao com base no seguinte questionamento que me foi apresentado em palestra recente, realizada em uma das capitais do Brasil.

- Por que a Qualidade custa tanto?

Minha resposta foi esta: deve-se considerar que Qualidade um investimento, pois os resultados obtidos sempre proporcionam empresa uma melhor imagem dos produtos e o atendimento da expectativa dos clientes.

Alm disso, h necessidade de saber o que motiva a empresa a se interessar pela Qualidade. Ser que por imposio da legislao sanitria ou, o que seria mais louvvel, por visualizar uma melhoria do seu produto junto aos olhos dos clientes?

Independentemente da razo de a empresa se interessar pela Qualidade, o investimento na Qualidade, se for efetuado da forma correta, trar retorno garantido, traduzido em muitos benefcios para a empresa e para os produtos.

Outra observao que sempre fao que, infelizmente, nos eventos do setor, raro serem abordados temas da Qualidade em comparao a temas sobre novas matrias-primas, com enfoque em ativos, s vezes, milagrosos.

Muitas vezes me questiono sobre quais so as razes do desinteresse sobre o tema Qualidade. Essa falta de interesse acontece embora se saiba que, sem Qualidade, a empresa vai perceber, mais cedo ou mais tarde, que seu mercado est diminuindo e que, quando isso acontecer, ela vai tentar recuperar sua participao no mercado, mas talvez seja tarde.

O desinteresse pela Qualidade decorre tambm da ignorncia sobre as formas de implantar os processos da Qualidade.

Muitos empresrios pensam que essa implantao simples e rpida, e que qualquer profissional est apto a faz-la. Mas, ao serem informados dos requisitos necessrios para a implantao do processo da Qualidade e, principalmente, dos requisitos quanto ao fator humano, eles acabam desistindo. Muitos deles desistem no incio do processo de implantao, ou antes de come-lo, e outros, infelizmente, desistem algum tempo aps inici-lo. Estes ltimos sofrem prejuzos financeiros e prejuzos causados pela frustrao de expectativa dos colaboradores que porventura tenham se comprometidos com o processo.

Nas minhas palestras sobre motivao, sempre alerto para o fato de que quem faz a Qualidade so pessoas. Esse pode parecer um chavo, um clich, mas o fato que, sem a efetiva participao dos funcionrios ou colaboradores ou, mais modernamente, dos parceiros, a implantao de qualquer processo, e principalmente, do da Qualidade, ser fantasiosa e existir apenas no papel.

Uma estatstica particular, que fiz em meu trabalho de consultoria na rea da Qualidade, nesses quase 20 anos de atuao, a seguinte: de cada 10 empresas que se propem a implantar o processo da Qualidade, 6 interrompem nos primeiros 18 meses da implantao.

Espero que tenha ficado claro ao leitor que o desconhecimento pode trazer o desinteresse pela Qualidade.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos