Tricologia

Asianfication e tricologia

Novembro/Dezembro 2016

Valcinir Bedin

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Valcinir Bedin

Um dos principais fatores de crescimento em beleza continua sendo a Asianfication o termo diz respeito crescente infl uncia da sia na inovao em beleza.

O veneno de abelha, o leite de burra e o Aloe vera, ingredientes aparentemente exticos, tm sido usados em produtos de beleza asiticos h muito tempo. Agora, as marcas asiticas que os utilizam em maquiagens, cremes, mscaras e soros encontram-se na vanguarda do negcio de beleza global.

As mulheres da Coreia, da China e do Japo so conhecidas por sua preocupao com os cuidados com a pele, pelo tempo gasto nessa tarefa e pelo costume de pesquisar sobre o tema.

Elas garantem que esto bem informadas sobre o que esto usando, tornando-se consumidoras exigentes porque esperam sempre o melhor.

Os meios de comunicao ocidentais consideram boa a sua pele se voc no tiver nenhuma flacidez, cicatrizes ou rugas. Em sociedades asiticas, isso muito mais rigoroso. Voc no pode ter nenhuma marca, nem mesmo uma sarda.

Outra tendncia de beleza que vem da Coreia o olhar ulzzang, um termo popular que significa melhor face ou boa aparncia. Isso envolve certas caractersticas, como pele mida e hidratada, olhos de cora e o look de lbios mordidos!

Quando falamos de cabelos, precisamos lembrar que os fios das pessoas asiticas so do tipo mongoloide, isto , a seco transversal da haste mostra uma rea quase circular, em contraposio queles do tipo caucasoide (forma mais achatada) e do tipo negroide (elipse).

O formato dos fios se d pela distribuio da queratina dentro do crtex da haste pilosa, e esta, por sua vez, tem o formato determinado geneticamente pela angulao do folculo em relao epiderme. Quando temos um ngulo de 90 com a epiderme, temos fios grossos e homogneos, como nos asiticos. medida que a inclinao varia, vamos ter os fios tomando forma anelada, at ficarem quase paralelos epiderme, no caso dos fios negroides.

A manuteno do formato da haste se d pela ao de pontes qumicas que seguram a queratina naquela determinada posio. So pontes de hidrognio, pontes salinas e pontes dissulfdicas. O cabelo mongoloide tem curvaturas estruturais muito menores quando comparado com o caucasiano. Isso faz com que ele fique mais resistente s agresses mecnicas ou qumicas.

Esta informao se torna mais importante quando falamos de tratamentos qumicos estticos aos quais eles so submetidos a fim de se adequarem moda do momento.

Quando se fala de contedo de aminocidos, no existem diferenas entres as vrias formas de cabelo, mas a disposio das pontes qumicas (salinas, de hidrognio ou bissulfidricas) que so responsveis pela estrutura final da haste, totalmente diferente, o que confere a forma especial desses cabelos.

As fibras do cabelo apresentam-se de forma cilndrica, o que d maior resistncia. As propriedades de tenso do cabelo mongoloide indicam que ele possui alta resistncia quebra quando comparado com os outros tipos.

A lubrificao, que dada pela produo das glndulas sebceas, nos cabelos asiticos apresenta, frequentemente, atividade aumentada em comparao dos caucasianos, e uma maior quantidade de lipdios secretada. Por apresentarem lubrificao aumentada, o couro cabeludo e os fi os so mais umectados.

Por conta do formato retilneo, os cabelos mais lisos ficam mais fortes e menos propensos quebra quando manipulados fsica ou quimicamente. Externamente, temos a cutcula do cabelo, que apresenta de seis a dez camadas, enquanto nos afrotnicos varivel, com seis a oito camadas (nos fios ou na parte deles com maior dimetro) e de uma a duas camadas (nas curvaturas das ondulaes e nos fios com dimetros menores). Isso faz com que as propriedades de tenso do cabelo asitico levem a maiores valores de fora necessrios para sua ruptura, quando comparados ao cabelo naturalmente encaracolado.

Talvez todas essas caractersticas tenham levado o mundo ocidental, h cerca de 10 anos, a procurar formas de alisamento que levariam transformao de qualquer forma de cabelos no chamado tipo asitico. Nesta poca, comeamos a ouvir falar de escovas progressivas com adjetivos como japonesa, coreana etc. A ideia sempre deixar os cabelos o mais liso possvel pelo maior tempo possvel com a menor agresso possvel.

Vrias matrias-primas foram desenvolvidas e experimentadas nestas tentativas de alisamento, e at hoje novas tcnicas e substncias continuam aparecendo no mercado.

Por outro lado, o que vemos no Oriente que algumas mulheres, principalmente as mais jovens, querem ter os cabelos de coloraes e formatos ocidentais. Especialmente no Japo, podemos ver jovens com cabelos de cores exticas, como rosa e lils, como os personagens das revistas em quadrinhos, os mangs.

A maioria dos especialistas concordam que, apesar dos obstculos que enfrentam, as principais marcas de beleza da sia comeam a se infiltrar nos mercados do Ocidente. Por meio da combinao de ingredientes antigos com a cincia avanada e marcas inteligentes, continuaro a moldar o comportamento do consumidor de l tambm.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos