Embale Certo

Maquiagem: segurando as pontas na crise

Novembro/Dezembro 2015

Antonio Celso da Silva

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Antonio Celso da Silva

Mais um ano se vai e, a exemplo do ano passado, pra no deixar saudade. E a gente achava que 2014 tinha sido um ano ruim... Na verdade, foi a famosa marolinha se comparado com o tsunami que foi esse 2015.

Historicamente, o setor tem um primeiro semestre mais fraco que o segundo, perdendo ou empatando no primeiro, porm se recuperando no segundo. Setembro, outubro e novembro so os meses para tirar o p da lama e pagar as contas que tiram o sono dos empresrios.

Ano a ano essa regra se repetia. Mas, de uns anos pra c, tudo mudou, e o setor, sempre lembrado como o que resiste s crises, dessa vez passou a fazer parte do coro e do grito de socorro de todos os outros que sofrem ano a ano sem ver a esperada luz no fim do tnel.

Para complicar e jogar a p de cal, convivemos com os problemas da Anvisa, onde no se consegue regularizar nenhum produto justo quando mais precisamos.

O quadro desolador, mas nem tudo est perdido. Como uma flor de ltus exuberante no meio de um escuro e tenebroso pntano, est uma famlia de cosmticos que vem driblando a crise. Que famlia essa? A famlia das maquiagens, com destaque para os batons em bala matte e o produto campeo, o batom lquido tambm matte. Junto com esses heris, vm na mesma toada os esmaltes, mas no aqueles de antigamente onde as cores neblina, areia com preos de loja de 1,99, deram lugar para cores berrantes, diferentes e com preos onde os pessimistas diriam: com esse preo no vende!

Sorte daquelas empresas que tm em seu portflio essas linhas de produtos, e mais sorte ainda (ou talvez competncia) daquelas empresas que perceberam e fizeram o lanamento desses produtos no tempo certo.

Se as maquiagens vm sendo o destaque positivo nessa terrvel crise, como ficam as respectivas embalagens desses produtos, considerando que esse sempre foi um ponto fraco quando falamos em maquiagem?

A resposta simples e no simples mora o sucesso.

A invaso dos asiticos continua, mesmo com o dlar nas alturas, e as empresas representantes no Brasil de embalagens injetadas que importam fazem estoque local e revendem mesmo com preos no atrativos. Essas foram as que mais cresceram e ganharam dinheiro esse ano.

De olho nessa fatia, acaba de chegar ao Brasil mais uma empresa chinesa que achou um parceiro brasileiro da rea de matrias-primas e que, diversificando seu negcio, passa a atuar tambm no segmento de importao de embalagens para maquiagem, disponibilizando-as para o mercado brasileiro nas necessitadas pequenas quantidades.

Eu citei acima que no simples mora o sucesso porque o produto que vem se destacando nessa crise, o batom lquido, tem uma embalagem simples e com fabricantes brasileiros. O que uma embalagem de batom lquido precisa ter? Apenas um frasco, um batoque e um aplicador. Obviamente, o frasco precisa ter na sua composio um material que seja compatvel com esse produto especial.

No mesmo caminho esto os esmaltes que, mesmo numa embalagem simples e tradicional, vm sendo sucesso de vendas. Nesse caso, assim como no batom lquido, no precisa ter um diferencial na embalagem para vender o produto. O sucesso est no produto, na moda, e exatamente a isso que as empresas precisam estar atentas para no perder o bonde.

Citei aqui dois salvadores da ptria nesses tempos de crise, que so os batons lquidos e os esmaltes, mas no posso deixar de citar outros produtos da famlia das maquiagens, que so os ps micronizados, os bakeds, os primers, o rmel e os demaquilantes, alm dos ainda atuais BB, CC e DD creams. Para esses com embalagens sopradas, temos grande variedade e disponibilidade no mercado brasileiro.

O lado negativo de tudo isso que poucas empresas tm linha de maquiagem e, para terceirizar, so poucas as opes de fabricantes.

Vendo com olhos otimistas, podemos afirmar que o que est vendendo na crise so as maquiagens. J temos algumas opes de embalagens chinesas de boa qualidade, com estoque local, e muitas opes de embalagens no injetadas para outros produtos importantes na famlia das maquiagens.

Aproveitem o momento e concentrem seus esforos e recursos nas vendas de produtos que vm driblando a crise, que so as maquiagens.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos