Tricologia

Escovas progressivas

Janeiro/Fevereiro 2013

Valcinir Bedin

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Valcinir Bedin

Segundo um ditado popular, os santos protetores dos cabeleireiros so muito poderosos, uma vez que seus clientes, normalmente as mulheres, esto sempre insatisfeitos com seus cabelos, querendo modific-los. Nessa linha, os cabelos lisos assumem a dianteira, com argumentos variados, como: muito mais fcil de pentear, fica mais bonito etc. Da a procura por tratamentos que deixem as madeixas alisadas ser a meta dos profissionais do cabelo.

O formato da haste capilar determinado geneticamente e os tipos denominados caucasianos, mongoloides ou negroides devem-se a distribuio da queratina dentro do crtex do fio, sendo que a mais uniforme leva ao fio liso e grosso das pessoas asiticas ou dos nossos indgenas. A queratina que distribuda levemente nas bordas da circunferncia leva aos cabelos das pessoas da raa branca; e a ltima que forma praticamente uma elipse d o formato do cabelo afro.

Para mudarmos a forma dos cabelos temos de alterar a distribuio de queratina, que mantida em determinado formato pelas pontes qumicas, especialmente as de enxofre, difceis de serem quebradas. Para isto, necessrio abrir a cutcula do fio, aplicar o produto qumico que vai desestruturar esse arranjo e depois refazer o fio na forma desejada. Esse processo, que um tempo atrs era chamado de permanente, consiste em fazer cachos em cabelos lisos. O processo inverso, o alisamento, nada mais do fazer que esse arranjo em forma de linha reta.

O desafio que se coloca o tempo. A maioria desses procedimentos dura muito pouco e tem de ser repetido com frequncia, o que danifica a haste.

A escova progressiva um mtodo de alisamento do cabelo que, se no foi inventado no Brasil, pelo menos aqui teve seu desenvolvimento mximo e o pas exporta essa tcnica.

indicada para pessoas que tm cabelo encaracolado ou ondulado e no indicada para cabelos excessivamente enrolados, como os dos afrodescendentes. A escova progressiva mais eficaz em cabelos sem tratamentos qumicos. Afirma-se que a escova progressiva ajuda a reparar o cabelo, uma vez que, na maioria das tcnicas, a queratina est envolvida no processo.

Os efeitos da escova progressiva duram geralmente de dois a trs meses, dependendo da porosidade do cabelo antes de o tratamento ser feito. O procedimento pode ser realizado em quase todos os tipos de cabelo, durando cerca de duas horas.
Para efeito didtico, enumerei a seguir os passos que a maioria dos profissionais segue ao fazer uma escova progressiva.

1. Lavar o cabelo com shampoo, sem usar condicionador.

2. Separar o cabelo em quatro sees.

3. Aplicar o produto na raiz e pentear os fios de forma a espalhar o produto por todo o cabelo.

4. Fazer uma sesso por vez. Quando o produto tiver sido aplicado em todo o cabelo, sec-lo com secador, de trs para frente.

5. Aplicar calor (chapinha) em cada sesso.

Depois de fazer a escova progressiva, no se deve lavar o cabelo durante quatro dias. Tambm no se deve usar qualquer tipo de produto nos cabelos, especialmente shampoos que contenham cloreto de sdio, pois isso poderia destruir mais facilmente a camada criada com a queratina. Se o cabelo ficar molhado ou mido no decorrer desses quatro dias, deve-se sec-lo imediatamente com secador.

No mercado existem vrias marcas e muitos nomes associados a frutas, a chocolates, ao leite, a leos e a outros adereos que foram incorporados aos produtos com intenes de marketing, mas os princpios ativos que realmente fazem o efeito de alisamento basicamente so os mesmos. Os ativos mais encontrados nos produtos so os tioglicolatos, a guanidina e a acetamida. Novas tecnologias, com a mesma finalidade, vm sendo introduzidas no mercado, e a cada dia uma novidade aparece.

Por uma questo financeira, o formol acabou sendo introduzido nesse campo. Essa substncia no faz exatamente a mesma coisa que os outros produtos, mas seu custo muito menor que o destes. Visando promover a sade, a Organizao Mundial da Sade (OMS) diz que o formol pode ser cancergeno, e a Agncia Nacional de Vigilncia Sanitria (Anvisa), no Brasil, libera seu uso apenas como conservante at 0,2% e como endurecedor de unhas at 5%. Para ter efeito de alisante capilar, chega-se a usar o formou em at 35% de concentrao, o que terminantemente proibido!

O importante ficar atento aos movimentos do mercado e verificar sempre a origem dos produtos e a bibliografia indicada pelos fabricantes e distribuidores.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos