Tricologia

Tricologia e Tecnologia

Janeiro/Fevereiro 2005

Valcinir Bedin

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Valcinir Bedin

O estudo dos cabelos e dos plos (tricologia) deve ser orientado para as necessidades e queixas dos nossos clientes. Assim, devemos buscar solues que envolvam a queda dos cabelos, os cuidados cosmticos destes e o manejo adequado dos plos no desejados.

A queixa mais comum nos consultrios mdicos, e talvez nos cabeleireiros e terapeutas capilares, a da queda. Ao tomarmos como parmetro a perda de 60 a 100 fios dirios, qualquer nmero que exceda este deve ser sinal de alerta. O bom clnico deve pensar sempre em trs hipteses diagnsticas: heredo- constitucional (gentica), hormonal ou metablica. A partir da pesquisa diagnstica clnica e laboratorial deve chegar primeiro a um diagnstico e depois tratar adequadamente cada um dos itens descobertos. Pode e deve, para isso, utilizar medicamentos, cosmticos e cosmecuticos que tm a funo de interromper a queda e recuperar os fios perdidos. Sabe-se que, aps, em mdia, 12 anos sem atividade o folculo piloso acaba por ser reabsorvido pelo organismo. Ento, este o prazo mximo para a recuperao dos cabelos.

Independente do que tenha causado a queda, algumas medidas so sempre aconselhadas. Melhorar a condio do couro cabeludo, tratando qualquer alterao externa, como dermatite seborrica, eczemas, fungos ou bactrias, sempre importante.

Aumentar a vascularizao do couro cabeludo, para trazer mais sangue para esta rea tambm pode ajudar a curar a queda. Aplicar produtos tpicos revulsivantes ou estimulantes da diviso celular, certamente, vai contribuir para a melhora do quadro.

Mas, um desafio maior e que persegue todos os profissionais da rea da tricologia como tratar os fios cosmeticamente, obtendo resultados efetivos e no apenas mercadolgicos. Nesta rea temos de levar em conta alguns atributos dos cabelos: penteabilidade, brilho, hidratao e reparao.

Na verdade, esses atributos esto intrinsecamente correlacionados, pois so interdependentes.

O importante, outra vez, ter o diagnstico mais preciso possvel. Sabe-se que o brilho e a penteabilidade esto diretamente ligados ao estado da cutcula. Se esta estiver ntegra no teremos problemas com esses dois atributos. A hidratao e a reparao so dois atributos que esto muito dependentes da estrutura mais interna dos fios, que a crtex. Cabelos tintos ou que foram submetidos radiao ultravioleta perdem a estrutura das pontes bissulfridicas (as pontes de enxofre) e necessitam produtos que recuperem este status anterior. Necessitam de proteo preventiva ou reforada, dependendo do caso.

Alguns produtos tm origem animal, outros vegetal, e, mais recentemente, temos produtos desenvolvidos em laboratrios, sintetizados a partir de tecnologia biolgica ou sinttica exclusivamente. A entram os produtos com a nanotecnologia, que nada mais do que o estgio tecnolgico alcanado que permite fabricar partculas com tamanho muito reduzido, que, por isso, tm capacidade de adsoro e de penetrabilidade, podendo em alguns casos ser utilizadas tanto na pele como nos cabelos.

Dentro destas alternativas mais modernas temos, a guisa de exemplo, e em ordem alfabtica: Crodazosoft DBQ (quaternrio com duas cadeias berrnicas - Croda), Gluadin R (protena do arroz - Cognis), Hidrahair O2 (fotoprotetor - Chemyunion), Oliquat (oligossacardeo quaternizado - Arch Qumica), Solamer (polmero de adsoro UV para cabelos - Nalco) e Velvesil 125 (copolmero de silicone - GE Silicones). Outros produtos esto no mercado e, felizmente, para os interessados, a maioria dos fabricantes e/ou importadoras tem fornecido informaes tcnicas adequadas e de fcil acesso.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos