Toxicologia

Buscas e desafios

Novembro/Dezembro 2009

Dermeval de Carvalho

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Dermeval de Carvalho

A verdadeira histria do nascimento dos cosmticos pode estar relacionada ao costume dos homens de tingirem o corpo, atendendo ao desejo de ficar com melhor visual, que data de provavelmente 4000 a.C., creiam vocs. Desde outrora at nossos dias, os cosmticos esto mais integrados ao cotidiano das pessoas, ornamentando-as e tornando-as expostas a inmeras substncias qumicas, pois a pele representa uma porta aberta absoro sistmica.

Os usurios contam com muitas publicaes em revistas de fcil acesso (por vezes trazendo informaes que nada os ajudam; apenas os brindam com imagens apelativas e lindos momentos televisivos).

Quando a abordagem toma rumo no sentido da segurana de ingredientes cosmticos, horizontes nos quais a terra e cu se encontram simulam pequenos caminhos, mas quanto mais nos aproximamos do imaginrio encontro entre cu e terra, maiores se tornam as caminhadas.

Como trabalhar para diminuir a caminhada e buscar o risco menor possvel. Risco cosmtico: o que isto? Verdade ou fico cientfica?

Para a comunidade cientfica, a regulatria e o setor produtivo, o PubMed constitui excelente banco de dados, especialmente por ser de custo zero. No referido banco de dados foi constatada presena de 49.903 e 89.032 publicaes, respectivamente relacionadas s palavras-chave cosmetic e toxicology. Certamente, se outras palavras tivessem sido objetos de busca, os nmeros acima seriam bem maiores. Ratifica essa afirmao recente publicao (Regulatory Toxicology and Pharmacology 49:208-216, 2007), que enfatizou a necessidade de banco de dados atualizados, dia a dia, para a avaliao de segurana de ingredientes cosmticos. Mesmo com o rigor exigido, algumas publicaes chegam, por vezes, a ser maldelineadas, com resultados conflitantes e de frgil fundamentao cientfica, mostrando a carncia na formao de recursos interativos das cincias toxicolgicas e cosmticas. Certamente, outras fontes importantssimas, sites de rgos regulatrios e entidades institucionais (mantidas pelo setor produtivo) constituem tambm fonte de alto valor informativo (por exemplo, http://ncbi.nlm.nih.gov).

Certamente, uma boa formao escolar conta como primeira etapa desse processo; j os cursos de especializao, mestrado, doutorado e ps-doc constituem, hoje, exigncia para aqueles que pretendem ingressar no setor de pesquisas patrocinado pelas universidades, institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento (P&D) de grandes empresas do setor. Mas no somente isso: o grande n a ser desfeito est na dificuldade de realizar parcerias entre as universidades e o setor produtivo; a primeira tem dificuldades para vencer seus prprios ns e, especialmente, seus complicados projetos pedaggicos, enquanto que o segundo no dispe de tempo para esperar que os ns sejam desfeitos e a corda passada a ferro quente.

Um grande e verdadeiro exemplo do crescimento integrado da Toxicologia e da Cosmetologia foi evidenciado por ocasio do VII World Congress on Alternatives & Animal Use in the Life Sciences, realizado em Roma, de 30 de agosto a 3 de setembro passado. Uma pausa para os ns: nesse evento foi apresentado um grande nmero de trabalhos de alto valor cientfico (por meio de apresentao oral e pster). Palestrantes da academia, rgos regulatrios e da iniciativa privada dividiam o mesmo espao e o mesmo lado da verdade cientfica, no que queremos firmemente acreditar. Essa foi a razo do encontro. Ainda mais surpreendente: de viva-voz ouvimos o pronunciamento de que determinado organismo estava disponibilizando, para pesquisas, nada mais do que 50.000 milhes de euros, especialmente dedicados validao de mtodos alternativos. Lembrem-se: o uso de animais de experimentao, para certos fins, j est banido.

O Brasil, terceiro mercado cosmtico do mundo, tambm no est parado. Um bom exemplo disso vem sendo dado pela Sociedade Brasileira de Toxicologia que, nos seus ltimos quatro eventos, trouxe para discusso temas nos quais as cincias toxicolgicas e cosmticas foram figuras de destaque. Conferencistas do Brasil e exterior estiveram presentes. O tema Cincias Toxicolgicas e Segurana de Ingredientes e Produtos Cosmticos tambm foi tema do Seminrio de Atualizao em Cosmetologia, ocorrido em So Paulo (SP), no ms de outubro.

Um importante passo destinado formao de recursos humanos, especialmente segurana e aos aspectos regulatrios de ingredientes e cosmticos, acaba de ser dado.

A Associao Brasileira de Cosmetologia apresentou, conforme determinao da Resoluo n 444/06 do Conselho Federal de Farmcia, o curso Cosmetotoxicologia: Avaliao de Segurana e Regulatria, com carga horria de 420 horas, e incio previsto para o ms de fevereiro de 2010. Programao cientfica inteiramente voltada ao tema proposto, corpo docente altamente qualificado, mestres e doutores das mais importantes universidades e centros de pesquisa do Pas, por certo sero garantia de um curso de qualidade para o corpo discente.

As cincias toxicolgicas e cosmticas aguardam novas contribuies.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos