Embale Certo

Prazo de validade nas embalagens

Maro/Abril 2020

Antonio Celso da Silva

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Antonio Celso da Silva

No se assuste! s para a gente discutir o tema e sanar dvidas que tenho visto e ouvido no mercado.

Para contextualizar, vamos lembrar que, em um passado no muito distante, no tnhamos prazo de validade para nenhum insumo, e o mesmo acontecia para os produtos acabados. No existia a preocupao de fazer FIFO (first in, first out) ou PEPSI (primeiro que entra o primeiro que sai).

Numa empresa multinacional em que trabalhei na dcada de 1980, j era parte dos procedimentos internos, fazer reanlise das matrias-primas a cada seis meses at o seu consumo total na produo, independentemente de obrigaes legais. Ela era aprovada ou rejeitada em funo dos resultados de anlise, obedecendo a sua especifi cao tcnica. Lembro tambm que, na reanlise, eram feitas as principais anlises das especifi caes e, no caso de no conformidade em um ou mais resultados, repetiam-se as anlises, porm na sua totalidade.

Com a implantao do Cdigo de Defesa do Consumidor, em 11 de setembro de 1990, atravs da Lei 8.078, que efetivamente entrou em vigor em 11 de maro de 1991, tudo mudou.

Com a nova lei, tudo tinha que ter um prazo de validade, inclusive as matrias-primas e os cosmticos, a exemplo dos medicamentos, para os quais j era obrigatrio.

Isso mudou completamente a rotina e os controles internos nas fbricas, at porque existiam prazos de validade desde as fragrncias, que era de 12 meses, at os pigmentos, que vinham com validade indeterminada.

Foi na sequncia, nos anos seguintes, que comearam as terrveis fi scalizaes, que levaram e at hoje levam presos os responsveis tcnicos e os donos de empresas, por estarem usando matrias-primas vencidas, seja por descontrole dos seus estoques, por desconhecimento da lei ou mesmo por m f.

Nesse pacote de obrigatoriedade de prazos de validade, as embalagens no foram includas, o que de certa forma foi um alvio para o setor.

O prazo de validade nas matrias-primas obriga hoje o setor a descartar toneladas de insumos ano a ano, causando para as empresas um grande prejuzo fi nanceiro. Imaginem a catstrofe que seria, tanto para as pequenas empresas quanto para as grandes, se fosse obrigatrio o prazo de validade nas embalagens.

Por mais que exista um controle de estoque, ningum controla as regras do mercado. Pegando o exemplo de uma empresa que atua na venda direta, s vezes ela faz uma previso para vender uma quantidade, vendas extrapolam e ela vende dez, vinte, trinta vezes mais. O resultado todo mundo correndo, buscando reabastecimento de insumos e com mais difi culdade nas embalagens do que nas matrias-primas.

Quando acontece o inverso, fi cam os insumos no estoque e com certeza vai vencer a validade sem serem usados. Some-se a isso o prejuzo do descarte das matrias-primas e um prejuzo muito maior com o descarte das embalagens. Isso porque normalmente o custo das embalagens em um produto maior que o custo das matrias-primas.

Portanto, para o setor cosmtico no existem leis ou alguma obrigatoriedade de colocar prazo de validade nas embalagens.

Por outro lado, consultando fornecedores de embalagens e empresas de produto acabado, me deparei com dois cenrios. O primeiro foi a confirmao de que os fabricantes realmente no colocam validade nas suas embalagens, seja na famlia dos plsticos, cartonados, metais, vidraria ou outro qualquer.

Outro cenrio mostrou algumas empresas de produto acabado exigindo que suas embalagens venham com prazo de validade, independentemente da legislao. O fornecedor atribui, ento, um prazo apenas para atender ao pedido da empresa. S posso acreditar que seja para reforar o controle de FIFO interno.

Convm ressaltar que algumas embalagens, independentemente de obrigatoriedade do prazo de validade, so mais sensveis e realmente perdem sua efetividade depois de algum tempo, ainda mais se armazenadas em condies e temperaturas no adequadas, considerando que no prtica das empresas, principalmente as de pequeno e mdio porte, controlar a temperatura do seu almoxarifado de embalagens. Estou falando nesse caso dos rtulos autoadesivos.

Um cuidado semelhante se faz necessrio com as caixas de embarque, cartuchos e etiquetas, ou seja, independentemente do prazo de validade, o inadequado armazenamento das embalagens pode torn-las imprprias para o uso na produo.

Finalizando, o que me levou a escrever essa matria nessa edio foi uma visita que fiz a uma conhecida empresa de cosmticos do norte do pas. No almoxarifado de embalagens, existiam pelo menos trs paletes de frascos pet, de um conhecido fornecedor aqui do Sudeste, reprovados e devidamente alocados numa rea para reprovados. Motivo: validade vencida. Obviamente no era nenhuma validade do fornecedor, mas sim uma validade que a prpria responsvel tcnica atribuiu ao lote, que, aps vencido, convenceu a proprietria a fazer o descarte.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos