Mercado

Um olhar sobre os números dos IDHM

Setembro/Outubro 2013

Carlos Alberto Pacheco

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Carlos Alberto Pacheco

Os nmeros do ndice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) acabam de ser editados. O IDHM baseado no IDH Brasil 2013 e ambos so elaborados pelo Programa das Naes Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), pelo Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada (Ipea) e pela Fundao Joo Pinheiro (FJP).

Para quem serve o estudo do IDHM? Para todos os tomadores de deciso que se baseiam em dados socioeconmicos, como gestores governamentais, pesquisadores e cidados comuns. Nas iniciativas privadas, esse relatrio extremamente til ao profissional de marketing que procura mapear desafios e oportunidades de negcios pelo territrio nacional.

Alguns talvez me perguntem se a anlise municipalizada do Produto Interno Bruto (PIB) seria uma maneira mais fcil de fotografar o desenvolvimento de determinada rea, uma vez que o PIB mede a soma, em valores monetrios, de todos os bens e servios finais produzidos pelo pas. Outros talvez acreditem que o ndice de Gini municipalizado representaria melhor o desenvolvimento, pois ele mede a desigualdade da distribuio de renda. Vejamos: sem dvida, os dois ndices servem muito bem para anlises socioeconmicas, porm se concentram unicamente na riqueza e na renda. Embora possamos desdobrar o PIB ou o ndice de Gini geral em PIB ou em ndice de Gini particular, como educao, setorial etc., a dimenso focada sempre ser a riqueza e a renda.

Por outro lado, o IDH Brasil e o IDHM focalizam outras dimenses alm da riqueza e da renda propriamente ditas. De acordo com o idealizador do IDH, o paquistans Mahbub ul Haq, baseado nas ideias do economista indiano Amartya Sen, o desenvolvimento humano o processo de ampliao das liberdades das pessoas, no que se refere s suas capacidades e s oportunidades a seu dispor, para que elas possam escolher a vida que desejam ter.

O processo de expanso das liberdades inclui as dinmicas sociais, polticas e ambientais, alm das econmicas, necessrias para garantir uma variedade de oportunidades para as pessoas, e do ambiente propcio para cada uma exercer na plenitude seu potencial.

Sendo assim, o IDHM tem uma viso centrada nas pessoas e no seu bem-estar, entendido no como o acmulo de riqueza ou o aumento da renda, mas como o aumento das escolhas, das capacidades e da liberdade de escolher. Em outras palavras, para o IDHM a riqueza e a renda no so fins em sim mesmas, mas meios para que as pessoas possam ter a vida que desejam. Isso porque o crescimento econmico de uma sociedade no se traduz automaticamente em qualidade de vida. Muitas vezes, observa-se justamente o contrrio, ou seja, o aumento das desigualdades.

Como observamos, o IDHM vai ao encontro dos desejos de uma sociedade que est mais preocupada com seu bem-estar, ao contrrio do PIB o nico ndice que era universalmente aceito, at algumas dcadas atrs, como indicador para o desenvolvimento humano , que apresenta uma viso mais materialista. O IDHM traduz melhor a populao dos 5.565 municpios, para o olhar dos homens de marketing do mercado cosmtico, que buscam exatamente identificar nichos de pessoas preocupadas com o seu bem-estar, independentemente do seu poder de compra.

Esse ndice rene trs dos requisitos mais importantes para a expanso das liberdades das pessoas: a oportunidade de levar uma vida longa e saudvel (sade); o acesso ao conhecimento (educao); e poder desfrutar de um padro de vida digno (renda).

A dimenso longevidade medida pela expectativa de vida ao nascer, calculada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE), por meio dos censos demogrficos, considerando os mesmos padres de mortalidade. Ou seja, a partir do momento em que o municpio investe em saneamento bsico, acesso ao sistema de sade e melhorias no meio ambiente, essa dimenso representada pela longevidade da populao.

Quanto dimenso educao, o indicador mede o acesso ao conhecimento e se baseia na escolaridade da populao adulta (no percentual da populao maior de 18 anos com Ensino Fundamental completo) e no fluxo escolar. Esse fluxo composto por um mix que inclui os percentuais: da populao entre 5 e 6 anos que est frequentando a escola, dos jovens entre 11 e 13 anos que esto frequentando os anos finais do Ensino Fundamental e dos jovens entre 18 e 20 anos que tm Ensino Mdio completo. Uma populao mais educada traduz uma populao com mais oportunidades de escolha.

A dimenso renda, calculada pelo IBGE, medida pela renda per capita (total de renda gerada pelo municpio dividido pela populao total, incluindo os no geradores de renda, como crianas, desempregados e idosos).

O ndice calculado pela raiz cbica da multiplicao das trs dimenses e varia entre 0 e 1,000. Os valores do IDHM so classificados como muito baixo (ndices inferiores a 0,499), baixo (de 0,500 a 0,599), mdio (de 0,600 a 0,699), alto (de 0,700 a 0,799) e muito alto (superiores a 0,800).

Vamos exemplificar esse ndice comparando os resultados de 2010, de trs cidades: So Paulo SP, Rio de Janeiro RJ e Porto Alegre RS, conforme dados a seguir:

Cidades:

So Paulo
IDMH: 0,805
IDHM Longevidade: 0,855
IDMH Educao: 0,725
IDMH Renda: 0,843

Rio de Janeiro
IDMH: 0,799
IDHM Longevidade: 0,845
IDMH Educao: 0,719
IDMH Renda: 0,840

Porto Alegre
IDMH: 0,805
IDHM Longevidade: 0,857
IDMH Educao: 0,702
IDMH Renda: 0,867

So Paulo e Porto Alegre tm IDHM classificado como muito alto, enquanto o Rio de Janeiro classificado como alto. Note que os IDHMs Longevidade entre So Paulo e Porto Alegre so semelhantes, e o mesmo no vale para os IDHMs Renda dessas cidades. Embora os IDHMs Renda entre So Paulo e Rio de Janeiro sejam semelhantes, o mesmo no se observa nos IDHMs Educao e Longevidade.

Com esses dados, o profissional de marketing pode fazer correlaes de vendas dos seus produtos, ou de uma linha especfica e avaliar qual perfil de municpio espelha melhor o perfil do seu pblico-alvo. Veja o exemplo a seguir.

Imagine que, por amostragem estatstica, o gerente de marketing identifique que os 10 maiores municpios com razo de vendas/populao das regies do Brasil onde ele j atua tenham um IDHM entre 0,650 e 0,680 (ndice compreendido na classificao de municpios com IDHM mdio). Por meio do Atlas do Desenvolvimento Humano Municipal, ele identifica que existem 697 municpios que se enquadram nesses ndices. Ele identifica que 29% desses municpios esto no estado de Minas Gerais e apenas 6% nos estados de So Paulo e Rio de Janeiro juntos. Caso ele observe que boa parte desses municpios identificados no faz parte dos municpios em que atua, pode decidir deslocar esforos de vendas para essas reas.

O corte pode ser feito considerando o lanamento de um produto-conceito, ou seja, de um produto que exija do consumidor um grau de instruo mais alto para que este possa entender melhor os argumentos de vendas.

Sendo assim, o gerente de marketing pode decidir fazer um teste com os consumidores dos 53 municpios que tenham IDHMs Educao superiores a 0,750, espalhados por sete estados, ou, caso opte por um experimento reduzido, com os sete municpios com os maiores IDHMs Educao de cada estado.

Imagine que a empresa queira prospectar melhor as vendas de produtos para os consumidores da terceira idade. Os municpios com os IDHMs Longevidade so os que apresentam a tendncia de ter o maior percentual de sua populao nessa faixa de idade. Atualmente, so 3.166 municpios (56% dos municpios). No entanto, caso a estratgia do produto seja atingir as classes A e B, o melhor ser segmentar os municpios dentre esses com os maiores IDHMs Renda.

Nesse caso, haver 1.589 municpios-alvo. Caso seja necessrio atingir os municpios dentre esses com os maiores IDHMs Educao, haver 328 municpios com 67% concentrados na Regio Sudeste.

Como pde ser observado, o cruzamento dos dados pode ser feito de diversas formas, de acordo com a necessidade de informao do planejamento estratgico da empresa. Para os que conseguem enxergar a diferena entre dado e informao, vale a pena conferir o site http://atlasbrasil.org.br/2013/home.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos