Toxicologia

Minúsculas e preocupantes

Julho/Agosto 2010

Dermeval de Carvalho

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Dermeval de Carvalho

O ttulo, a princpio, pareceu-me bastante sugestivo para a mdia, especialmente para os veculos de comunicao que se preocupam com audincias e manchetes sensacionalistas. As sumarssimas informaes desta coluna procuraram mostrar o pensamento dos segmentos envolvidos na segurana de produtos resultantes de processos nanotecnolgicos.

As nanopartculas (do grego nano, que significa pequeno, pigmeu), so representadas por minsculas partculas cujas dimenses so expressas em nanmetros (1 nm = l0-9 do metro) e vm sendo usadas de maneira crescente no desenvolvimento de materiais para diferentes fins, incluindo os cosmticos. A revoluo tecnolgica e a do conhecimento no podem deixar de incluir em suas agendas uma das mais promissoras tecnologias do sculo 21 - o revolucionrio uso das nanopartculas, pois, segundo a National Science Foundation, dos EUA, o mercado global alcanar, dentro de 20 anos, faturamente de cerca de 1 trilho de dlares (http://www.nanotechprohect, org/file_download/77). Pesquisas relativas segurana de nanopartculas ainda so preocupantes, especialmente quando a palavra de ordem est direcionada a danos ambientais e sade humana. Passadas largas e urgentes so necessrias e devem ser praticadas, de forma ampla e irrestrita, na avaliao de toxicidade, pois a cincia pouco tem convivido com essas invisveis molculas (Regulatory Toxicology and Pharmacology 49:217-229, 2007 e Contemporary Clinical Trials 28:433-441, 2007).

A nanotecnologia deve ser vista como um novo, vasto e relevante campo de trabalho, didaticamente agrupado em compartimento nico conectado por meio de divisrias interligadas. Esse dispositivo imaginrio deve ser monitorado pela comunidade cientfica, pelos rgos regulatrios e pelos setores produtivos. A avaliao de segurana de nanomateriais, segundo nosso entendimento, mesmo sabendo dos contraditrios qumicos quando estes so direcionados sade humana, no se distancia dos fundamentos bsicos e resultantes da evoluo das cincias toxicolgicas (Environmental Health Perspectives 109:547-551, 2001).

Cientistas e jornalistas, na Inglaterra, avaliaram assuntos relacionados a nanomateriais divulgados pela comunidade cientfica e depois pela mdia. Ambos concordaram sobre quais so as dificuldades atribudas comunicao do risco e das incertezas relacionados aos procedimentos envolvendo nanotecnologias (Circulation 106:141-142, 2002, e Health, Risk & Society 9(2):145-157, 2007).

As nanopartculas exigem inovadoras avaliaes de segurana para garantir, em longo prazo, seu uso em humanos? A resposta para essa pergunta foi discutida em recente publicao na qual os autores afirmaram que, at o presente momento, cedo para prever, com base nas caractersticas das nanopartculas, uma possvel resposta biolgica, porque faltam mtodos confiveis (Drug Safety 32(8):625-636, 2009).

O Scientific Committee on Consumer Products (SCCP) publicou estudos preliminares a respeito da utilizao dos parmetros usados na avaliao de segurana de nanomateriais em produtos cosmticos e concluiu que alguns deles ainda no so adequados (http://ec.europa.eu). Por sua vez, o Food and Drug Administration (FDA) abordou o assunto discutindo: a) o estgio do conhecimento resultante da interao biolgica e as nanopartculas; b) as recomendaes pertinentes necessidade de se discutir assuntos cientficos e regulatrios (Nanotechnology - a Report of the US FDA, 2007).

O crescente aumento da presena de nanopartculas em diferentes produtos comerciais, entre eles os cosmticos, tem motivado o debate, algumas vezes contraditrio, a respeito dos possveis danos, sade humana e ao meio ambiente, que seriam fruto de exposies diretas e, ou, indiretas a essas minsculas partculas. Organizaes ambientais tambm se mostraram preocupadas com o assunto em pauta (http://www.foe.org, http://greenpeace.org.uk e http: www.icta.org).

Sob o ponto de vista de conceituados toxicologistas, os protocolos de estudos empregados na caracterizao rotineira das substncias qumicas so suficientemente robustos para prover, tambm, a caracterizao de nanopartculas (http://www.nanotoxicology.ufl.edu). Durante os ltimos anos, ainda bem recentes, os riscos potenciais que as nanopartculas trazem sade humana e ao ambiente foram revisados pela comunidade internacional. A concluso foi consensual: as nanopartculas podem trazer novos riscos, embora a natureza destes possa ser hipottica (Critical Reviews in Toxicology 37:151-177, 2007).



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos