Gesto em P&D

Uma formulação tem sete fórmulas!

Setembro/Outubro 2009

Wallace Magalhães

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Wallace Magalhães

No estamos falando em aproveitar a mesma formulao para sete produtos diferentes nem em derivar formulaes a partir de outra j desenvolvida, com alteraes de cor ou fragrncia.

Esse tema no tratado em palestras ou simpsios, mas decisivo para a realizao dos trabalhos. De um modo ou de outro, todas essas maneiras de escrever uma mesma formulao acabam por aparecer no dia a dia do desenvolvedor. A ideia aqui discorrer sobre cada uma delas, ressaltando seus objetivos, formatos e caractersticas, para que possam ser corretamente emitidas e totalmente aproveitadas.

Para facilitar a compreenso do assunto, vamos estabelecer que frmula uma forma especfica de escrever uma formulao. No dicionrio, o verbo formular significa exprimir ou expressar de maneira precisa. Assim fica fcil entender que uma formulao tem, na realidade, sete frmulas, ou sete maneiras de ser escrita. Seguem as razoes para quando e porque emitir cada uma delas.

Frmula: Quando ou porque emitir

- Frmula Inicial ou Original: No incio do desenvolvimento, normalmente a partir de um briefing

- Frmula de Custo: Antes da preparao de amostras, para verificar se o custo da frmula original est adequado ao briefing

- Frmula Quantitativa Consolidada: Antes da preparao de amostras, para verificar se as substncias utilizadas esto em conformidade com as listas restritivas

- Frmula para Bancada: Para instruir a preparao de amostras pelo laboratrio

- Frmula Qualitativa: Para constar no texto de rotulagem

- Frmula Regulatria: Para constar no processo de notificao ou registro e no dossi do produto

- Frmula para Produo: Para gerar ordens de produo

De incio devemos ressaltar que, nem de longe, os dados dessa Tabela conseguem delinear o perfil ou a consistncia de cada uma das frmulas. Elas tm contedo, formato, padro, ordenao e finalidades bem distintas, apesar de se originarem da mesma formulao. O desrespeito a essas caractersticas pode comprometer todo o processo, como a gerao de frmulas diferentes para a mesma formulao, o que certamente iria causar muitos transtornos. Da a recomendao de utilizar procedimentos ou ferramentas especficas e validadas. A seguir, vamos discutir as caractersticas, as particularidades, a emisso e a aplicao de cada uma dessas frmulas, com a inteno de auxiliar os desenvolvedores a cumprir essas sete etapas com o mximo de preciso e rapidez.

Frmula Inicial ou Original

Essa a primeira frmula de uma formulao. gerada no incio do desenvolvimento, normalmente a partir de um briefing, e servir de raiz para as outras frmulas. So caractersticas desejveis para a Frmula Inicial:

1. Usar nomenclatura do cadastro do laboratrio para descrever os ingredientes

2. Ser ordenada por fase, privilegiando o processo de preparao

3. Repetir ingredientes quando aparecerem em fases diferentes

4. Expressar as quantidades preferencialmente em unidades de massa. Substncias com quantidades expressas em ml no somam linearmente, j que certamente tero massas especficas diferentes. Normalmente a diferena mnima, mas, por cautela, melhor expressar a quantidade em unidades de massa.

5. Ter carter centesimal, ou seja, totalizar em 100, que o padro tcnico e regulatrio

6. No usar a expresso qsp 100 no campo destinado quantidade do veculo. Com as novas tecnologias que j esto disponveis, indispensvel que uma Frmula Inicial mostre 100 no seu total. Para isso o campo destinado quantidade do veculo deve ser numrico, o que permite a soma automtica

7. Quantificar os ingredientes de forma a facilitar a preparao das amostras, ou para ajustar as quantidades a serem medidas s escalas das balanas do laboratrio, com o uso de solues ou bases pr-formuladas

8. Apresentar blends e bases pr-formuladas como ingrediente nico. Ver exemplo abaixo

9. Conter, alm da composio, o processo de preparao e as especificaes

uma prtica consagrada o uso de solues, blends e bases pr-formuladas na preparao de amostras no laboratrio de desenvolvimento. Como a Frmula Inicial, mais adiante, dar origem Frmula para Bancada, recomendvel que solues, blends e bases pr-formuladas figurem nela como ingrediente nico. Vamos ilustrar com uma Frmula Inicial do desenvolvimento de uma nova cor de maquiagem, no qual comum utilizar bases coloridas previamente preparadas. Veja como a frmula deveria ficar.

Fase -> Ingrediente -> Qtde centesimal -> Unid

A1 -> Base Negra -> 5,000 -> g

A2 -> Base Amarela -> 8,000 -> g

A3 -> Base Vermelha -> 12,000 -> g

A4 -> Base Branca -> 74,500 -> g

B1 -> Fragrncia -> 0,500 -> g

A Frmula para Bancada praticamente igual Frmula Inicial. A diferena entre elas est somente na incluso da coluna pesar na Frmula para Bancada, que ir totalizar a quantidade de amostra que se deseja preparar. Os detalhes desta e das outras frmulas sero assuntos das prximas edies.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos