Tricologia

O Brasil e suas raízes africanas

Maio/Junho 2015

Valcinir Bedin

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Valcinir Bedin

No Brasil, aproximadamente 60% da populao apresenta cabelo afro-tnico ou extremamente encaracolado.

Do ponto de vista anatmico da estrutura da fibra capilar, temos: medula, crtex e cutcula. A medula uma camada cilndrica e fina, que ocorre na regio central da fibra capilar, podendo no estar presente nos fios tipo velus. O crtex o principal componente da haste do cabelo, sendo a parte que d o volume haste e que garante a resistncia mecnica do fio. A cutcula a parte mais externa da haste capilar, composta por clulas sobrepostas, como telhas, e est localizada na superfcie da fibra capilar.

A distribuio da queratina dentro do crtex responsvel pelas propriedades fsicas e mecnicas do cabelo. Essas propriedades so: resistncia ao estiramento, elasticidade, poder hidroflico e propriedades de superfcie. O cabelo afro-tnico extremamente ondulado quando comparado com o caucasiano, embora tenha composio de aminocidos similar. Apresenta grande variao de dimetro, menor contedo hdrico e forma elptica. As diferenas anatmicas e fsico-qumicas entre as fibras capilares extremamente encaracoladas e aquelas naturalmente lisas evidenciam suas peculiaridades e a necessidade de cuidados especficos, bem como o emprego de produtos cosmticos desenvolvidos para esta etnia e tcnicas de manuseio e estilizao adequadas.

O cabelo afro-tnico tem curvaturas estruturais muito maiores quando comparado com o caucasiano. Isso faz com que ele fique mais suscetvel manipulao mecnica, levando a um maior desgaste no ponto de curvatura, que pode acarretar danos irreversveis.

Esta informao se torna mais importante quando falamos de tratamentos qumicos estticos aos quais eles so submetidos a fim de se adequarem moda do momento. Quando se fala de contedo de aminocidos, no existem diferenas entres as vrias formas de cabelo, mas a disposio das pontes qumicas (salinas, de hidrognio ou bissulfidricas), que so responsveis pela estrutura final da haste, totalmente diferente, o que confere a forma especial desses cabelos.

Algumas caractersticas especiais esto presentes nos cabelos afro-tnicos: variao de dimetro em vrios pontos ao longo do fio (o dimetro nas tores menor que nas demais reas), menor contedo hdrico, torceduras com alterao de direes aleatrias, achatamento acentuado e forma elptica.

As fibras do cabelo apresentam-se retorcidas em vrias regies ao longo do fio, o que no ocorre nos cabelos caucasianos, nos quais elas se apresentam de forma cilndrica.

Quando se trata de propriedades fsicas dos cabelos, falamos de resistncia ao estiramento, elasticidade, poder hidroflico e propriedades de superfcie.

As propriedades de tenso dos cabelos afro-tnicos indicam que ele possui baixa resistncia quebra quando comparado com o caucasiano.

Nos afrodescendentes, a lubrificao, que dada pela produo das glndulas sebceas, apresenta, frequentemente, atividade reduzida. Essas glndulas secretam quantidade inadequada de lipdios. Por esse motivo, o couro cabeludo e os fios so hidratados em uma menor proporo, pois apresentam lubrificao irregular.

Por conta das curvas, os cabelos mais encaracolados ficam mais frgeis e mais propensos quebra quando manipulados fsica ou quimicamente, especialmente quando falamos de escovas progressivas, que envolvem, alm dos produtos, o calor como componente essencial do seu resultado.

Externamente, temos a cutcula do cabelo, que nos caucasianos apresenta de 6 a 10 camadas, enquanto nos afro-tnicos varivel, com 6 a 8 camadas (nos fios ou parte deles com maior dimetro) e de 1 a 2 camadas (nas curvaturas das ondulaes e nos fios com dimetros menores). Isso faz com que as propriedades de tenso do cabelo afro-tnico levem a menores valores de fora necessrios para sua ruptura, quando comparados ao cabelo naturalmente liso.

A resistncia ao estiramento, de ruptura ou solidez, ocorre em funo do dimetro do cabelo e das condies do crtex e afetada negativamente pelos tratamentos qumicos.

Essas diferenas anatmicas e fsico-qumicas entre as fibras capilares extremamente encaracoladas e aquelas naturalmente lisas levam necessidade de cuidados especficos, bem como o emprego de produtos cosmticos destinados a estas etnias.

Tambm importante notar que tcnicas de manuseio e de estilizao adequadas, evitando a ocorrncia de danos irreparveis aos cabelos afro-tnicos, mais frgeis e ressecados, so necessrias.

O acmulo de conhecimento cientfico envolvendo a elucidao das propriedades estruturais, fsicas e mecnicas dos cabelos afro-tnicos propiciou elevar o conhecimento de suas peculiaridades, o desenvolvimento de produtos cosmticos caractersticos e tcnicas de manuseio capilar apropriadas, mas ainda temos um longo caminho pela frente no sentido de ampliar o acesso dessa grande camada da populao ainda desvalida economicamente.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos