Temas Dermatolgicos

Autoestima

Maro/Abril 2015

Denise Steiner

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Denise Steiner

O stress fsico ou emocional tem repercusses em inmeras dermatoses, e estas, indiscutivelmente, tambm so geradoras de baixa autoestima. Para o dermatologista, fundamental ter presente esta relao que ocorre em grande nmero de doenas de pele e sempre procurar avaliar a integrao entre sentimentos, conflitos e stress em cada paciente que o procura.

Podemos citar algumas doenas que tm relao com o stress. O prurido, que sintoma de diversas dermatoses, sem dvida sofre grande influncia do stress. H dermatoses que no possuem como caractersticas o prurido, mas em situaes de stress, este passa a fazer parte do quadro. Em outras doenas das quais o prurido uma caracterstica, percebe-se ampla variao da sua intensidade em funo de fatores emocionais, podendo ser este desde discreto at incontrolvel ou desesperador. importante lembrar que o prurido geralmente ocorre em funo de uma dermatose ou doena sistmica, porm seu aparecimento, sua manuteno ou o agravamento sofrem ntida repercusso emocional. Alm disso, quando no se elucida a causa desencadeante do prurido, pode-se classific-lo como psicognico.

No caso da acne, importante ressaltar o stress ocasionado pela doena em si. Tendo-se em conta que a acne acomete principalmente adolescentes, os quais j vivem um perodo de stress representado pelas alteraes fisiolgicas da puberdade, conviver com as leses acaba sendo traumatizante. Muitos sentem-se constrangidos pela aparncia do quadro e vivem conflitos emocionais que repercutem por longo tempo ou at por toda a vida. Mesmo quando a acne no est ativa, as cicatrizes, que em muitos permanecem, so queixa frequente no consultrio dermatolgico, e motivo de preocupao para muitos adultos que tiveram acne na adolescncia.

A acne vulgar, dermatose extremamente comum entre os adolescentes, representada por quadros de intensidade varivel, que vo desde comedes e ppulas at pstulas, cistos e trajetos fistulosos (acne comedoniana), sofre tambm influncia de stress. A maioria dos pacientes com acne referem agravamento do quadro com stress. importante lembrar os casos de acne escoriada, em que h manipulao das leses pelo paciente, promovendo a formao de escoriaes crostas e cicatrizes. Este fundamentalmente um quadro neurtico ou psictico, sofrendo influncia de stress emocional, sendo necessrio em certos casos o uso de antidepressivos.

A dermatite atpica ocorre normalmente associada asma, rinite alrgica ou urticria. Manifesta-se por surtos de eczema pruriginoso em locais caractersticos. uma doena crnica com perodos de crise e acalmaria. H relao com stress, e este pode inclusive desencadear uma crise e piorar o prurido. Na dermatite atpica, o prprio eczema e o prurido so tambm fatores que geram stress. Em alguns casos, torna-se necessria a psicoterapia comportamental para controle do hbito de coar.

A disidrose ou eczema disidrtico um quadro com leses vesiculosas nas palmas e plantas, de carter recidivante, que pode ser causado por infeces fngicas, bacterianas, ingesto de certos medicamentos e contato com substncias irritantes, e pode tambm estar associado atopia e a fatores emocionais. Na disidrose, sabe-se que fatores estressantes podem desencadear a dermatose por si s, sem que nenhuma das outras causas citadas esteja presente.

A dermatite seborreica uma afeco crnica, recorrente, que acontece em regies cutneas ricas em glndulas sebceas e em alguns casos em reas intertriginosas. As leses so eritimato-descamativas que, no adulto, atingem o couro cabeludo e a face, principalmente sulcos nasogenianos e glabela, podendo tambm afetar reas centrais do trax e da regio pubiana axilar e retroauricular. A participao de fatores emocionais nas recidivas e o agravamento do quadro bem estabelecida. Stress emocional pode tambm desencadear ou agravar o prurido, principalmente no couro cabeludo.

Estas so algumas das dermatoses relacionada ou pioradas com a baixa autoestima. O tratamento das mesmas depende tambm da melhora do aspecto emocional envolvido.



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos