Carlos Alberto Trevisan

Carlos Alberto Trevisan

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Todas as colunas

Contaminaes: origens e solues

Nas nossas atividades de consultoria, muitas vezes nos deparamos com casos de risco devido constatao de contaminaes sem que de incio houvesse causas para tal. Nesta oportunidade abordaremos alguns tpicos que devem ser considerados sempre que nos deparemos com esse tipo de...

Conciliando prncipios

H vrios anos os profissionais da rea da Qualidade vm considerando a possibilidade de integrar as Boas Prticas de Fabricao e Controle com a Norma ISSO 9000 na atividade da indstria de artigos de toucador, cosmticos e perfumes. Na Unio Europia, vrias tentativas tm s...

As utilidades devem seguir as BPE

Prosseguindo o assunto da edio anterior, quando abordamos as BPE (Boas Prticas de Engenharia) como condio necessria implantao das BPF, vamos abordar as utilidades, que na nossa vivncia, na avaliao de instalaes, parece que no tem merecido a importncia devida. O...

Preveno: do projeto construo

Ao longo do tempo de publicao desta coluna sobre Boas Prticas de Fabricao e Controle (BPF e C), abordamos os mais variados tpicos que essas normas obrigam a considerar na operao diria das empresas cujas atividades envolvam produtos de higiene pessoal, cosmticos e perfum...

Integrao ISSO e GMP

Como do conhecimento geral existem, em estgio bastante avanado, estudos no exterior para compatibilizar a Norma ISO 9000 e as Boas Prticas de Fabricao e Controle. Uma abordagem que tal integrao possa ser realizada a comparao entre os quesitos de ambas as normas no...

Importncia da documentao

Muito tem sido falado sobre a elaborao de uma lista de documentos que devem estar disponveis para atender s solicitaes por ocasio das inspees sanitrias, em empresa fabricante/importadora de cosmticos, perfumes e produtos de higiene. Causa surpresa tal atitude, pois ...

gua e as BPFeC

DE AMPLO CONHECIMENTO QUE DE TODAS AS matrias-primas utilizadas na indstria cosmtica, a gua a mais importante. a mais importante no somente por sua participao majoritria em todas as composies, mas principalmente porque a nica sobre a qual a indstria atua para ...

Cosmetovigilncia e BPF

Como de conhecimento geral, a Anvisa publicou a Resoluo RDC N 332 de 1 de dezembro de 2005, que torna obrigatria a implantao de sistema de Cosmetovigilncia por parte das empresas importadoras e/ou fabricantes. A referida RDC preconiza que a Cosmetovigilncia ir fa...

Prtica e Gramtica

Continuando ao assunto das edies anteriores, vamos abordar as disparidades existentes entre o comportamental e o documental. Os exemplos descritos a seguir fundamentam o ttulo da presente coluna. Como de conhecimento geral, uma das principais caractersticas das Boas Pr...

Qualidade no Papel

Continuando com a abordagem conceitual das Boas Prticas de Fabricao e Controle esta coluna ir abordar o tema da qualidade de papel, ou seja, a qualidade que est escrita mas no praticada. Durante nossa atividade de consultoria, deparamo-nos com situaes nas quais, ao i...

Ser ou no ser, eis a Questo

Prosseguindo com a abordagem conceitual relativa s Boas Prticas de Fabricao e Controle consideramos de grande relevncia comentar a efetiva participao da implantao das BPF e C com sua caracterstica de Ferramenta da Qualidade no processo da Qualidade. Como continuament...

Impacto da Organizao

Na coluna anterior abordamos a questo de como as Boas Prticas de Fabricao e Controle causam impacto nas atividades da Organizao. Nesta oportunidade iremos considerar quais alteraes a Organizao pode causar sobre as BPF e C, caso no sejam observadas as atitudes adequadas...

BPF e o Impacto na Organizao

A o aceitar o convite dos editores para escrever a coluna Boas Prticas consideramos de extrema importncia, alm de abordar tpicos, aprofundar a conceituao das BPF e C no que se refere forma como so interpretadas na maioria nas empresas. Quando da introduo no Brasil d...

Alteraes nas Listas de Matrias-Primas

Com a participao de delegaes da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, foi realizada a XXV Reunio Ordinria do SGT n 11 Daude/Comisso de Produtos para a Sade/Grupo Ad Hoc de Cosmtico, de 3 a 5 de outubro passado, em Montevidu, Uruguai. Dentre os vrios assuntos age...

Terceirizao

A reunio do SGT 11 Sade/Comisso de Produtos para a Sade/Grupo Ad Hoc de Cosmticos, realizada em Assuno em 30 de maio e 1 de junho passados, promoveu significativo avano na discusso das regras da terceirizao. Nessa oportunidade foi elaborada proposta de regulamenta...

nfase na Auto-Inspeo

Na reunio do SGT-11 Sade/Comisso de Produtos para a Sade/Grupo Ad-hoc de Cosmticos com a presena de delegaes de Argentina, Brasil e Paraguai, desta vez foi a delegao do Uruguai que no esteve presente, ficando as decises tomadas a serem referendadas posteriormente por ...

Novos Produtos