Pblico Snior

Erica Franquilino

Questão de maturidade

Empatia e tecnologia

Matérias-primas

Alterações corporais

 

Edição Temática Digital - Maio de 2022 - Nº 72 - Ano 17

 

 

 

Questão de maturidade

Sentir-se bem é mais importante do que parecer perfeito. A afirmação feita por alguns de nossos entrevistados traduz uma das atuais aspirações de quem passou dos 60 – cerca de 37 milhões de brasileiros. Atividades que promovem o equilíbrio entre corpo e mente, alimentação, moda, beleza e tecnologia são alguns dos segmentos que movimentam o mercado de produtos e serviços voltados ao público sênior.

 

 

Em 1950, apenas 5% da população mundial tinham mais que 65 anos. Em 2050, segundo projeção da Organização Mundial da Saúde (OMS), essa fatia deverá chegar a 21,5%. No que diz respeito ao Brasil, a fase é de transição, com a maior parte da população na idade adulta.

 

Segundo uma pesquisa do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV Social) divulgada em 2020, 10,53% da população brasileira têm 65 anos ou mais. O aumento no número de pessoas dessa faixa etária foi de 20% na comparação com os dados de 2012, quando a proporção de idosos era de 8,8%.

 

Dados do IBGE mostram que, no período de 2012 a 2019, ganhamos 7,5 milhões de novos idosos. O número de pessoas com mais de 60 anos no país já é superior ao de crianças com até 9 anos de idade.

 

Apesar de nossas desigualdades sociais e regionais, especialistas afirmam que a maneira como cada indivíduo envelhece é um reflexo de sua trajetória de vida. Os desejos e as necessidades dessas pessoas geram oportunidades para empresas de portes e segmentos variados.

 

 

Empatia e tecnologia

 

A Evi nasceu no início de 2021 com o conceito de “beleza sem data de validade”. Ela se posiciona como uma marca de beleza e bem-estar nacional e independente “e a primeira totalmente digital focada em peles maduras”. O objetivo é contrariar a ideia de beleza vinculada apenas à juventude.

O primeiro item lançado pela Evi foi o Sérum Revitalizador de Olhar, produto com alta concentração de ativos que atua no tratamento de olheiras, bolsas, rugas e linhas de expressão e hidratação ao redor dos olhos.

 

O Sérum Iluminador Facial, apresentado em maio do ano passado, trata e previne as manchas no rosto.

 

O sérum iluminador é formulado com ácido tranexâmico, alfa-arbutin, niacinamida e ácido hialurônico. Durante o tratamento, a diminuição das manchas acontece de forma gradual.

 

O produto penetra nas camadas mais profundas da pele e atua nos processos de formação e propagação da melanina, evitando a sensibilização e ardores e deixando a pele renovar-se em seu ritmo natural.

 

Em 2020, a Avon lançou novos itens da marca Renew, formulados com o ativo Protinol. Fruto de dez anos de pesquisa e criado em parceria com a Universidade de Manchester, no Reino Unido, o ativo é capaz de impulsionar a produção de colágeno tipo I e III. “Também conhecido como colágeno de bebês, o tipo III fornece uma estrutura para o colágeno tipo I. Juntos, eles proporcionam uma pele firme e com elasticidade”, informa a marca.

 

O primeiro produto da linha formulado com o Protinol foi o Renew Doses Concentradas de Preenchimento Facial, tratamento mensal composto por sete ampolas. A promessa é de “reparar sete anos de perda de colágeno em sete dias”, com uma aparência mais preenchida, firme e saudável da pele. 

 


A tecnologia foi estendida aos cremes diários, nas linhas Reversalist, Ultimate e Platinum dia e noite,  que atendem as faixas etárias 30+, 45+ e 55+. Os cremes diários Renew Platinum com Protinol + Arginina tratam os sinais avançados de envelhecimento da pele do rosto, colo e pescoço, proporcionando definição, contorno e elasticidade. De acordo com estudos clínicos mencionados pela Avon, 79% das participantes sentiram as linhas suavizadas em apenas duas semanas de tratamento.

 

 

 

 

Em abril deste ano, a Lancôme apresentou ao mercado nacional o Rénergie H.C.F. Triplo Sérum, cuja composição une ácido hialurônico, vitamina C + niacinamida (combinação responsável pelo controle de pigmentação, combate às manchas escuras e por uniformizar o tom da pele) e ácido ferúlico (antioxidante que neutraliza os danos causados por radicais livres).

 

Os três ingredientes são combinados ao extrato de linhaça pró-lifting, principal ativo da linha Rénergie, produzido na França e obtido por meio de um processo biotecnológico que o transforma em um composto multiativo, que atua nos sinais de envelhecimento relacionados à perda de colágeno.

 

O sérum proporciona firmeza e efeito lifting, além de suavizar rugas e igualar tons irregulares da pele. Ele é facilmente absorvido, sem pesar e sem deixar a pele oleosa, entregando resultados imediatos. Segundo a Lancôme, em apenas sete dias de uso, a pele se torna visivelmente mais radiante e macia, além de recuperar o volume do contorno facial. Em duas semanas, é possível observar melhora significativa na suavidade da pele e em linhas finas e rugas. Após oito semanas, nota-se a redução de manchas e de tons desiguais na pele.

 

Para combinar ingredientes ativos incompatíveis, a marca desenvolveu um novo design de embalagem. Cada dermoativo é mantido em uma câmara separada que o protege do ar, da luz e de impurezas. O mecanismo preserva a eficácia desses ativos, que são fundidos a cada uso, através do pump triplo.

 

“Estamos entrando em uma nova era de desempenho contra os sinais do envelhecimento, dominando a combinação de ingredientes ativos potentes e que são conhecidos por seus efeitos complementares e simultâneos na pele, mas anteriormente considerados incompatíveis. Eles agora estão associados em uma dose tripla e calibrados na concentração ideal para ajudar a restaurar todo o potencial da pele”, afirma Annie Black, diretora científica internacional de Lancôme.

 

 

A linha Cellular Hialurônico Antissinais da Nivea oferece dois itens: Nivea Cellular Hialurônico Antissinais Dia FPS 30 e Nivea Cellular Hialurônico Antissinais Noite. Além de ácido hialurônico, a composição inclui extrato de magnólia, que ajuda a prolongar o poder de renovação das células. O uso contínuo dos dois produtos reduz linhas de expressão e rugas a partir de duas semanas.

 

A Bel Col acaba de ampliar sua linha para home care Hialuderme, composta por produtos formulados com ácidos hialurônicos em diferentes concentrações, para hidratar diferentes tipos de pele, de acordo com a idade, características e necessidades.

 

A linha Hialuderme traz sabonete líquido, gel esfoliante, máscara e um fluido de ácido hialurônico para diferentes fases da pele. Para a fase 60+, o fluido proporciona hidratação facial de alto impacto e longa duração. “O cosmético apresenta a tecnologia do ácido hialurônico fragmentado, além da mistura de sais de algas vermelhas com sal do Mar Morto. Essa combinação proporciona benefícios como a ativação da proteína da juventude e a manutenção da hidratação, proporcionando uma pele mais preenchida”, diz a marca.

 

A Estée Lauder apresentou a reformulação da linha Revitalizing Supreme+ em abril deste ano. São três produtos: Youth Power Creme, Youth Power Soft Creme e Youth Power Eye Balm. A linha agora traz na composição o extrato Hibiscus Morning Bloom, obtido a partir de flores de Hibiscus sinensis “selecionadas à mão e colhidas especificamente pela manhã, quando suas propriedades naturais antienvelhecimento estão no auge”.

 

A nova formulação de Revitalizing Supreme+ também inclui o extrato de moringa, que ajuda a ativar” várias vias antienvelhecimento da pele e a neutralizar os radicais livres. Os itens agem diretamente em três áreas do rosto - bochechas, sulcos nasolabiais e linha do maxilar – deixando os contornos mais definidos e proporcionando nutrição e hidratação por até 72 horas.

 

 

Matérias-primas

 

 

Para Daniel Barreto, CEO da Assessa, o aspecto mais relevante nos cuidados voltados ao público sênior diz respeito à condição da pele e de seus processos metabólicos.

 

“À medida que envelhecemos, ocorre a senescência celular, levando à diminuição da atividade das principais células da pele, o que resulta em mudanças em sua estrutura, funções e propriedades mecânicas: da extensibilidade à redução da elasticidade”, diz.

 

A Assessa lançou dois produtos durante a in-cosmetics Global (realizada nos dias 5 a 7 de abril, em Paris) que têm grande potencial para atingir esse público. O Flower Power Hibiscus é um ativo à base de Hibiscus sabdariffa, planta de origem africana com uma impressionante gama de benefícios à saúde.

O Flower Power Hibiscus utiliza uma exclusiva tecnologia de encapsulamento ativo, por meio da qual frações de pétalas líquidas de Hibiscus sabdariffa são encapsuladas com polímeros bioativos de Acacia senegal, resultando em um ingrediente com alta atividade biológica para o cuidado da pele envelhecida.

 

“Ele demonstrou ser um poderoso ativo antissenescência, capaz de estimular a produção de um conjunto de enzimas chamadas sirtuínas (SIRT), que são diretamente relacionadas ao envelhecimento e à morte celular”, menciona.

 

O ativo aumenta em 26% a ativação da enzima SIRT1, responsável pela supressão do envelhecimento de várias células importantes, incluindo os fibroblastos, “e aumenta em impressionantes 3,2 vezes a expressão da SIRT3, que regula a atividade das mitocôndrias, a usina de energia das células, funcionando como um escudo contra o envelhecimento e a degeneração celular”, destaca.

 

Flower Power Hibiscus rejuvenesce as células senescentes, restaurando sua vitalidade e funcionalidade. Em concentrações ativas abaixo de 0,01%, aumenta a síntese de colágeno em fibroblastos envelhecidos.

 

“Uma área à qual se dá pouca atenção quando se pensa nos cuidados para o público sênior é o couro cabeludo. Ele é denso, oleoso, quente e úmido, com muitos folículos capilares. No entanto, apesar das diferenças entre a pele do couro cabeludo e a de outras áreas do corpo, ela também sofre os efeitos do envelhecimento. O envelhecimento do couro cabeludo pode afetar diretamente a saúde do cabelo, resultando em mudanças estruturais na haste capilar”, aponta Barreto.

 

Partindo do princípio de que “um couro cabeludo saudável é a raiz de um cabelo saudável”, a Assessa criou o Algavite, um bioativo com potente atividade imunomoduladora, que estimula o equilíbrio estrutural do couro cabeludo e melhora suas funções vitais.

 

Algavite é rico em galactanas e poliuronatos bioativos, extraídos de algas marinhas. Um estudo de expressão gênica demostrou que o ativo estimula a expressão de centenas de genes ligados à integridade e à saúde da pele.

 

Testes in vitro demonstraram atividades anti-inflamatória, imunomoduladora e estimuladora da papila dérmica. “Os testes clínicos mostraram uma redução significativa na irritação do couro cabeludo, acompanhada de aumento na hidratação, indicando a incrível atividade de Algavite”, ressalta.

 

 

Ana Rezende, diretora comercial da Solabia, acredita que o desejo da maioria dos consumidores em relação ao envelhecimento é que esse processo, apesar de inevitável, seja o mais confortável possível. “É o que chamamos de ‘envelhecer bem’. Estar bem consigo mesmo é mais importante do que parecer perfeito. Em sintonia com essa tendência, o Grupo Solabia desenvolveu ativos que, além da ação antienvelhecimento, têm propriedades que promovem o bem-estar”, afirma.

 

O 3-Dermilyn é um polissacarídeo vegetal obtido a partir das sementes de plantago, planta que é considerada um bioindicador do estado de poluição dos solos. Esse ativo tem três mecanismos de ação: estrutural, emocional e sensorial.

 

A ação reestruturante e preenchedora induz o fortalecimento da arquitetura profunda da pele, restaurando também sua superfície. Ao estimular a expressão de marcadores, como decorina e fibrilina-1, o 3-Dermilyn aumenta a produção de colágeno e melhora a organização da rede elástica nas camadas mais profundas da pele.

 

O efeito preenchedor ocorre devido ao aumento do nível de ácido hialurônico epidérmico, que diminui naturalmente com a idade. Com capacidade única de reter água, essa molécula-chave está envolvida na hidratação da pele, que é um fator essencial para mantê-la com estrutura sólida e organizada.

 

“No quesito emocional, o 3-Dermilyn aumenta a sensação de bem-estar, regenerando as habilidades naturais calmantes e estimulando os mecanismos da felicidade. Está comprovado que o ativo estimula significativamente a liberação de serotonina, chamada de ‘a molécula da felicidade’”, cita.

 

Ela destaca que o ativo oferece um sensorial diferenciado, melhorando a preensão de emulsões e proporcionando uma experiência palpável “e sem precedentes, com suavidade, conforto, prazer e bem-estar. Como benefício de beleza, a pele fica mais jovem e relaxada, com comprovada atenuação das rugas e remodelação dos contornos faciais”.

No mercado internacional, o 3-Dermilyn integra a composição da linha Mission Eclat, da Avon, elaborada para combater os sinais de envelhecimento e deixar a pele macia, firme e radiante. A formulação traz ingredientes botânicos que proporcionam firmeza instantânea, além de hidratação e aumento da elasticidade.

 

O ativo também está na família de produtos Embryolisse Anti-Aging, da Embryolisse Laboratories.

O Complete Serum, um dos itens da linha, é descrito como um sérum antienvelhecimento altamente concentrado, que preenche, ilumina, levanta e firma a pele. De acordo com o fabricante, o sérum oferece benefícios como: preenchimento, suavização das rugas, redensificação da pele e ação antifadiga.

 

O ReVYskin é um extrato de goji berry, conhecido como o “superfruto da longevidade”. Ele é obtido por meio da tecnologia SolaGreen de extração por água subcrítica e de alto desempenho ambiental. “Com o envelhecimento, a camada adiposa da pele vai diminuindo, num processo que chamamos de Adip’Aging. É justamente nesse quesito que age o ReVYskin, homogeneizando e oferecendo suporte ao tecido adiposo ao ativar os processos anti-inflamatórios na hipoderme e a neossíntese de lipídios”, diz Ana.

 

O ativo limita a flacidez facial por meio da manutenção da barreira cutânea e da coesão da barreira dermoepidérmica, reforçando a adesão epidérmica geral. “Consequentemente, obtemos a restauração da pele, que adquire firmeza, suavidade e radiância”, menciona.

 

“O principal benefício do ReVYskin é remodelar os contornos que chamamos de V Shape, a área do queixo onde ocorre um aumento gradual nos volumes cutâneos positivos e negativos, e Y Shape, que abrange o contorno dos olhos e as rugas no pescoço”, completa.

 

O ReVYskin está na composição do Densitium Contour des Yeux, produto da empresa SVR Laboratorie Dermatologique para o contorno dos olhos, que atenua olheiras e rugas profundas. Outro exemplo internacional é o Poland Syn Ake & More, da Larens, um sérum para a área abaixo dos olhos que elimina rugas e bolsas, nutre, hidrata e rejuvenesce a pele, proporcionando um olhar descansado e efeito de “olho aberto”.

 

Um dos últimos lançamentos da Solabia é o FucoLife GR, que proporciona um rejuvenescimento global, “melhorando a autoestima e evidenciando a feminilidade das mulheres, principalmente na fase da menopausa”, comenta. “O Grupo Solabia é reconhecido mundialmente como especialista em fermentação bacteriana. Esse ativo é um polissacarídeo de baixo peso molecular obtido por esse processo. Sem conservantes e na forma de pó eco-friendly, ele oferece diversas oportunidades de formulação”, afirma.

 

O FucoLife GR age na restauração da integridade estrutural da pele e na remodelação da matriz dérmica, fortificando a camada epidérmica superficial. “Ele também tem, comprovadamente, a propriedade de melhorar o conforto da pele, aumentando a sua inervação e recuperando a sua espessura. Todos os testes ex-vivo e in-vivo foram conduzidos em peles menopausadas e ainda não temos produtos com esse ativo lançados no mercado”, ressalta. Ela ainda cita o Fucogel, best-seller mundial da empresa.

O ativo é um polissacarídeo à base de fucose, cujos benefícios são sintetizados pela sigla em inglês S.M.A.R.T: ação neurocalmante imediata (Soothing); hidratação com eficácia comprovada de oito horas (Moisturizing); ação antienvelhecimento por meio do estímulo da proteína Sirtuina-1 (Antiaging), ação reestruturante, por impulsionar a renovação epidermal (Restructuring), e ótimo sensorial, que aumenta a sensação de bem-estar (Touch). Além da versão líquida, a mais conhecida no mercado, a empresa oferece outras duas versões do ativo: líquido e sem conservantes e a variante em pó.

 

“Na in-cosmetics Global, apresentamos novos testes que reafirmam a sua capacidade de hidratação, diminuindo significativamente a síntese da hialuronidase 2, responsável pela degradação do ácido hialurônico, e sua ação antienvelhecimento, com a redução da expressão de elastase, enzima que quebra proteínas implicadas na formação de fibrilas de colágeno e elastina e que desempenha um papel decisivo no controle de processos inflamatórios”, diz.

 

Os novos testes conduzidos por pesquisadores da Solabia comprovaram que o Fucogel ativa a sinalização de vias de “imunovigilância”, “o que leva a inflamações transitórias necessárias para configurar a resposta imune inata. Essa etapa é seguida pela liberação de peptídeos antimicrobianos, pela ativação da resposta antiviral e pelo recrutamento de células imunes”, aponta.

 

O ativo faz parte das formulações dos produtos Mineral 89 Probiotic Fractions, da Vichy, e do Calendula Redness Rescue, da Jurlique. O primeiro é um sérum corretor com frações probióticas, desenvolvido para recuperar os sinais visíveis da saúde da pele. Ele recupera as defesas imunológicas e antioxidantes, acelera a recuperação, acalma e reduz a inflamação da pele.

 

O sérum restaurador Calendula Redness Rescue é um gel concebido para restaurar as defesas epidérmicas da pele. O produto oferece hidratação de longa duração e benefícios anti-irritação, para acalmar e nutrir a pele.

 

 

“De acordo com o IBGE, a parcela da população brasileira acima de 60 anos é de aproximadamente 15%. Com o aumento da qualidade de vida, a longevidade está cada vez maior. Apesar disso, as pessoas não lidam muito bem com o processo de envelhecimento da pele, principalmente as mulheres, fazendo com que a atenção diária aumente”, comenta Claudia Asano, analista de produtos da Volp.

 

O cuidado diário é fundamental para manter a pele madura com saúde e integridade. “Por ser uma pele mais ressecada e frágil, apostar em um bom hidratante é uma excelente estratégia. O Dermalcare V920, da nossa parceira Solvay, é um emoliente de origem vegetal, substituto da lanolina anidra. Com performance muito semelhante à da lanolina, ele é profundamente hidratante e apresenta alta espalhabilidade, com a vantagem de ter um toque menos pegajoso”, afirma.

 

O GlowAge, da Mibelle Biochemistry, é um ativo altamente tecnológico e específico para peles maduras. Ele evita e reverte o processo de glicação, no qual as moléculas de açúcares e carboidratos unem-se a uma proteína, como o colágeno, fazendo com que ela não consiga mais desempenhar seu papel. Como efeitos secundários, o GlowAge melhora e uniformiza a tonalidade da pele, reduz linhas de expressão e melhora o viço.

 

“Devido à fragilidade cutânea, a utilização de matérias-primas suaves é obrigatória, especialmente quando falamos do sistema conservante. O Sharomix EG10, da Sharon Labs., é uma excelente escolha, pois, além de suave, é livre dos conservantes tradicionais, como parabenos e isotiazolinonas.  Com ação de amplo espectro, não apresenta dependência do pH e da temperatura. É inodoro e incolor e não impacta negativamente no produto final”, destaca.

 

Claudia cita a importância da proteção solar, um cuidado essencial para evitar o aparecimento de manchas, queimaduras e infecções, além de diminuir as chances do desenvolvimento do câncer. “Em conjunto com a MFCI, marca global de filtros UV, podemos atender a qualquer demanda de proteção solar para esse público”, completa.

 

Luís Julian, gerente de desenvolvimento de negócios LATAM da DSM, aponta os avanços da medicina e da nutrição e seus impactos na expectativa de vida no Brasil e no mundo. “As mudanças sociais têm levado as pessoas mais maduras a mudar suas rotinas, com maior conexão à internet e compras feitas via e-commerce. Apesar de ser muito influenciado pela publicidade, esse público não se sente representado pelas marcas e muitas vezes considera que não há produtos ou serviços desenhados para a sua idade”, opina.

 

Ele acredita que as pessoas estão mais interessadas em se sentir bem do que perfeitas. “Isso reflete o autoconhecimento e a satisfação com suas experiências de vida. Contudo, essas pessoas seguem considerando a beleza algo muito importante e consumindo cosméticos”, diz.

 

Julian cita a diminuição de expressão de uma série de genes, o que acarreta impactos na qualidade e na saúde da pele. “Nas mulheres, a menopausa é um evento que impacta os níveis de vários hormônios, como o cortisol, desencadeando mudanças significativas na pele e nos cabelos.”

 

O cortisol diminui a qualidade do colágeno na pele, levando à perda da elasticidade e à formação de rugas e linhas finas. A DSM tem em seu portfólio o Bel-Even, um inibidor da enzima 11- β HSD1, que é a responsável pela conversão de cortisona em cortisol. O ativo ajuda na manutenção dos níveis de colágeno na pele, devido à redução da liberação de cortisol.

Com o avanço da idade, também ocorre a redução da enzima trombospondina-1, responsável pela ativação do fator de crescimento beta (TGF-β), que leva à produção de ácido hialurônico e de colágeno na pele. Os peptídeos Syn-Coll e Syn-Hycan, da linha Syn-Peptides, mimetizam a trambospondina-1, ativando o TGF- β e reestabelecendo a produção de colágeno e de ácido hialurônico naturalmente, “o que leva à redução e ao preenchimento de rugas e à melhora na elasticidade e na estruturação da pele”.

 

“A pele madura torna-se mais sensível e suscetível à sensibilização, que são coisas distintas. Para ambos os casos, a DSM acaba de lançar a Vitamina B12, ganhadora da Prata na categoria Inovação na in-cosmetics Global. A Vitamina B12 é capaz de reduzir a produção de inflamassomas e a liberação de histamina, o que permite trazer muito mais conforto e recuperação à pele irritada”, completa.

 

Fernanda Soro, gerente sênior de marketing LATAM  da Sensient, menciona a “Geração Elástica” apontada pela JWT Intelligence, que é composta por mulheres acima dos 50 anos que se sentem mais felizes, sábias e autoconfiantes nessa fase da vida. “São as embaixadoras do conceito de envelhecer bem. A Sensient tem opções inspiradoras de matérias-primas cosméticas para a criação de produtos específicos para esse público”, diz.

 

Ante a perda de elasticidade, firmeza e capacidade de regeneração da epiderme, hidratar sem moderação é imprescindível no tratamento da pele madura. Dentre as soluções da Sensient para conferir à formulação propriedades altamente hidratantes, está o Covasterol, um blend de fitoesteróis vegetais com emoliência semelhante à da lanolina e que, comprovadamente, reduz a produção de sebo e o tamanho dos poros. Outro destaque é o Natpure Feel M Eco, ingrediente natural com efeito semelhante ao silicone que contribui para a formação de filme e espalhabilidade.

 

Para combater e prevenir os danos causados pela poluição, exposição ao sol, pelo tabagismo e estresse, a empresa oferece a linha de ativos botânicos Natpure XTRA. Com uma cadeia de produção rastreável e sustentável, os ativos dessa linha são extraídos pela metodologia patenteada Phytoclean, que utiliza 100% de água purificada, resultando em ingredientes ativos com maior atividade biológica do que em qualquer outro processo de extração.

 

A linha é composta pelas opções Longevity, Integrity, Vitality e Eternity. O Natpure XTRA Longevity é obtido a partir do chá verde do Quênia, que protege contra o estresse oxidativo e hidrata a pele seca, sendo tão eficaz quanto a vitamina E na proteção contra danos externos. Extraída da guayusa do Equador, a versão Integrity equilibra a sensibilidade cutânea e diminui a inflamação causada por substâncias irritantes físicas ou químicas, com eficácia especial para peles sensíveis.

 

O Vitality é derivado do alecrim de Uganda. O ativo forma um escudo antipoluição, reforçando a barreira protetora da pele. Derivado do cacau de Uganda, o Nattpure XTRA Eternity pode ser considerado “completo”, por proteger a pele contra os sinais do envelhecimento, fortalecer seus sistemas de proteção naturais, reduzir os efeitos do estresse oxidativo e aumentar a hidratação.

“Outra necessidade importante para esse público está ligada aos cabelos, que se tornam brancos ou grisalhos conforme envelhecemos e sofrem mudanças perceptíveis em densidade, textura e maleabilidade. Os fios são naturalmente mais secos, grossos e frágeis, pois têm mais queratina”, ressalta.

 

Como a coloração permanente pode ser agressiva para um cabelo já ressecado e com textura fragilizada, a recomendação é apostar na coloração semipermanente, que não modifica a sua estrutura.

 

“Podemos proporcionar uma aplicação muito simples dentro do conceito de multifuncionalidade em shampoos, condicionadores e máscaras capilares, para a manutenção da cor atual e banho de brilho. Também é possível desenvolver formulações que proporcionem o claim de ‘color & care’, adicionando, por exemplo, ativos botânicos, óleos, vitaminas e proteínas, que conferem hidratação aos fios”, explica.

 

A Sensient oferece ao mercado linhas completas de corantes catiônicos, com alta pureza e que podem ser utilizados em tinturas semipermanentes, como a marca Arianor. No quesito praticidade, o destaque é a linha Arianor Flash, complexo sinérgico de corantes catiônicos e agentes biotecnológicos na forma de pó. “Basta aplicar água e a tecnologia se converte num produto pronto para aplicação, com excelente afinidade por cabelos quimicamente tratados”, comenta.

 

Fernanda ainda menciona os cuidados para manter a beleza dos fios grisalhos e destaca o best seller Unicert Violet K7025-J, corante ácido de alta pureza. O corante pode ser usado para a neutralização de tons amarelados e para proporcionar ao produto “uma aparência de cor violeta atraente”.

 

“O couro cabeludo também se torna mais seco com o passar dos anos, à medida que a pele vai perdendo sua hidratação natural. Para quem usa coloração permamente ou submete os fios a outros processos químicos, a chance de sentir desconfortos, como descamação, vermelhidão e coceira, é grande”, acrescenta.

 

O Sensishield Scalp foi desenvolvido para ser utilizado durante o processo de coloração do cabelo. Ele é composto por ativos da folha da guayusa, obtidos pelo processo patenteado PhytoClean, que utiliza 100% de água subcrítica para fitoquímicos de alta pureza e performance. “Além de preservar a saúde do couro cabeludo, essa inovação tem ação antioxidante e preserva a fibra capilar”, finaliza.

 

A Ashland oferece diversos recursos para que diferentes formulações proporcionem “o well-aging das mulheres e dos homens”, afirma Liliana Brenner, diretora de marketing em Personal Care para a América Latina. Inspirado na terapia das florestas, o ativo biofuncional Santalwood foi desenvolvido com o uso de inteligência artificial e traz uma nova abordagem para o envelhecimento saudável e para a regeneração da barreira da pele, por meio dos receptores olfativos OR2AT4.

 

Os receptores olfativos OR2AT4 representam a assinatura olfativa da pele. “A pele é uma região com alta atividade metabólica e produção de VOCs (compostos orgânicos voláteis). Alguns S-VOCs (compostos orgânicos semivoláteis), como o nonanal, aumentam muito depois dos 40 anos, deixando a pele com uma assinatura olfativa de envelhecimento, nem sempre agradável”, diz.

 

O Santalwood mitiga o impacto dos poluentes do ar na pele. Um estudo clínico em pele caucasiana mostrou decréscimo significativo nos S-VOCs nonanal depois da aplicação de uma formulação com 2% de Santalwood. Os resultados também mostraram maior luminosidade e clareamento da pele, bem como diminuição da vermelhidão. Em peles asiáticas, o estudo revelou diminuição de rugas visíveis e melhora da elasticidade, firmeza e luminosidade da pele, além de regeneração da barreira da pele no lado tratado com o ativo, em comparação ao placebo.

 

A inteligência bioinformática foi utilizada para prever as potenciais atividades biológicas na pele (incluindo as referentes aos receptores olfativos OR2AT4, à regeneração da barreira da pele e à longevidade celular), com base nos 17 componentes do Santalwood.

 

“Estudos ex-vivo revelam aumento da longevidade e redução da senescência celular e regeneração da barreira cutânea, com aumento das sínteses de ceramida e filagrina em pele seca, característica comum nas peles mais maduras”, cita.

 

Para os fios e o couro cabeludo, a Ashland oferece o Caupaxein G2 biofunctional, ativo de origem natural, biodegradável e com certificação COSMOS, inspirado no conceito “Hair Full System”. O mecanismo de ação é focado na densificação e no preenchimento dos cabelos, com manutenção visível da fase anágena (de crescimento do fio).

 

“Esse ativo propicia um ambiente mais saudável para o crescimento dos cabelos, reduzindo a oleosidade, fortalecendo a função de barreira e aumentando a hidratação do couro cabeludo”, explica. “Ele atua aumentando a expressão de bio-marcadores chave localizados no folículo capilar, como Ki67 e β1-integrina, responsáveis respectivamente pela regeneração e pela comunicação celular”, acrescenta. Um estudo clínico com 39 voluntários que utilizaram um sérum com 1% de Caupaxein G2 demonstrou visível aumento da densidade e do preenchimento capilar.

 

Liliana também cita o Biotess System, ativo desenvolvido para adicionar valor e funcionalidade às emulsões, das mais simples às sofisticadas. “É um ativo biossensor que tem perfeita afinidade com a pele”, diz.

 

 

Ana Carolina Albertini, gerente técnica da Sarfam, menciona alguns destaques em ativos tecnológicos e de alta performance do portfólio da Sarfam. “O Epi-On é a inovação no processo de reparação da pele, sendo considerado um ativo epigenético, pois atua no aumento da expressão gênica dos fatores de crescimento, proporcionando aumento de queratinócitos e fibroblastos”, diz.

 

O ativo também protege a pele contra agressões externas e danos ao DNA, com ação preventiva contra novos danos. “Pensando no público sênior masculino, Epi-On atua na regeneração da pele após o barbear, podendo ser aplicado, por exemplo, em um produto noturno, com a finalidade de recuperação da pele para o próximo dia”, cita.

 

“Seguindo a tendência do uso de peptídeos, a Sarfam tem como opção o C-Pep Elastyl, um lipopeptídeo ligado a uma cadeia de ácido graxo, que melhora a penetração e a afinidade com a pele”, aponta. O ativo estimula a síntese natural de elastina pela ativação dos fibroblastos, proporcionando preenchimento de rugas e aumentando a firmeza da pele.

 

O C-Pep Elastyl pode ser aplicado em formulações de produtos para a face e tem excelente performance em regiões com linhas de expressão, como nas áreas dos olhos e nasolabial e nas rugas verticais que surgem acima do lábio superior.

 

A opção de peptídeo com efeito lifting é o Pep Liss. “É um tripeptídeo que atua inibindo a contração muscular, assim como o waglerina-1, composto encontrado no veneno da cobra, responsável por inibir as contrações musculares”, destaca.

 

O produto é eficaz na redução de rugas mímicas e das linhas de expressão, proporcionando efeito “botox-like”, com ação imediata e prolongada. “O Pep Liss pode ser utilizado sozinho em uma formulação, ou associado a outro ativo antienvelhecimento, promovendo sinergismo e booster na performance do cosmético final”, diz.

 

O Berkemyol Potentilla é um ativo de origem vegetal, constituído de polifenóis estabilizados e vetorizados. Dentre outros benefícios, o ativo promove estabilização e maior absorção, proporcionando eficácia na pele em baixas concentrações. O ativo tem excelente ação antioxidante e efeito antiglicação, aumentando a produção de colágeno na derme.

 

“O Berkemyol Potentilla pode ser utilizado em cosméticos para a proteção diária contra agressões externas, que causam a perda de função em proteínas estruturais para a pele, ocasionando o envelhecimento cutâneo”, conclui.

 

 

Alterações Corporais


Conforme envelhecemos, a pele perde hidratação, firmeza e elasticidade. Os cabelos ficam mais frágeis e as unhas, quebradiças. Essas e outras mudanças podem ocorrer em maior ou menor grau, de acordo com fatores genéticos e ambientais.

 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, as condições como cada pessoa envelhece sofrem influências de diversos fatores. Os genéticos têm 25% de peso nesse processo. Os outros 75% correspondem aos fatores ambientais.

 

Cabelos, pele e unhas ganham novas características. Em síntese, o processo de envelhecimento dos fios se caracteriza pela redução da densidade – com diminuição de sua espessura – e pela perda de sua cor natural.

 

O folículo diminui, produzindo menos melanina, assim como a capacidade de produção de óleo das glândulas sebáceas. Tais mudanças acarretam, além do branqueamento, alterações na textura dos fios, que se tornam mais frágeis, com aparência opaca e áspera.

 

Tricologistas apontam que o envelhecimento dos cabelos ocorre de forma cronológica, acompanhando o envelhecimento corporal, e em decorrência de agentes externos, como poluição e cigarro (que causam a diminuição dos vasos que nutrem os fios), bem como de procedimentos químicos e da exposição ao sol.

 

As unhas também são afetadas com o passar dos anos. Há uma queda no teor de gordura, que faz com que elas percam água com mais facilidade. As unhas tornam-se mais finas e quebram com facilidade. As unhas dos pés tendem a ficar mais grossas.

 

Com o avanço da idade, as camadas da pele passam por mudanças, com redução da atividade das glândulas que produzem sebo e suor. Há diminuição da elasticidade e aumento da flacidez. Tais alterações favorecem o aparecimento de rugas, marcas de expressão e manchas. A pele do idoso costuma ser mais ressecada, desidratada, fina e flácida.

 

Na rotina de cuidados com a pele envelhecida, é imprescindível o uso de protetor solar diariamente, de acordo com o tipo de pele. Também é preciso evitar a exposição ao sol nos horários de pico – entre 10 e 16 horas.

 

A trajetória do envelhecimento acontece de maneira diferente para cada um. No entanto, há um conjunto de alterações corporais características dessa fase. Algumas delas são:

 

- Os ossos perdem densidade e diminuem de tamanho, tornando-se mais suscetíveis a fraturas. Os músculos perdem massa e ficam mais fracos. As juntas sofrem um desgaste natural, e as articulações tornam-se inflamadas, dolorosas e menos flexíveis.

 

- Problemas ósseos, nas articulações e nos músculos, em conjunto com mudanças no sistema nervoso, podem acarretar problemas de equilíbrio. O idoso pode sofrer quedas e, consequentemente, contusões e fraturas.

 

- Em razão das alterações ósseas, a estatura pode tornar-se menor e a curvatura da coluna pode ser alterada. Há perda de massa muscular e redução da queima de gordura, dificultando a manutenção do peso corporal ideal.

 

- Os dentes podem se tornar mais fracos e frágeis. As glândulas salivares produzem menos saliva, e as gengivas podem recuar. Essas alterações podem ocasionar boca seca, cáries, infecções, mau hálito, perda dos dentes e doenças da gengiva.

 

- No que diz respeito às alterações hormonais, as mais frequentes são referentes ao controle hormonal do açúcar no sangue e ao metabolismo dos carboidratos, aumentando o risco em relação ao diabetes. Os hormônios sexuais diminuem, o que pode levar à disfunção erétil e secura vaginal.

 

- O sistema imunológico enfraquece e as células sanguíneas que combatem as infecções (glóbulos brancos) tornam-se menos eficazes, levando a infecções mais frequentes.

 

- Ocorrem alterações nos nervos responsáveis pela audição e nas estruturas do ouvido. Os olhos podem ficar mais secos, e a lente ocular perde sua precisão. A visão pode ser afetada por essas mudanças, tornando-se desfocada e embaçada.

 

- O olfato e, menos comumente, o paladar, podem diminuir muito, levando à falta de apetite e à perda de peso.

 

- A duração e a qualidade do sono podem mudar significativamente. O despertar durante a noite é comum entre os idosos.

Matérias relacionadas:

Produtos para Pets

rica Franquilino

A volta dos cachos

Erica Franquilino

EM BOA COMPANHIA

Erica Franquilino

Novos Produtos