PÓS-QUÍMICA

Erica Franquilino

Trabalho de Equipe

Tratamentos personalizáveis

Da raiz às pontas

 

Edição Temática Digital - Fevereiro de 2021 - Nº 59 - Ano 16

 

 

 

Trabalho de Equipe

 

Ante um amplo mercado de produtos para transformação e coloração, os fios estão cada vez mais livres para expressar per­sonalidades, fases, estilos e tendências. Mudar ou manter o visual (no salão ou em casa) demanda cuidados específicos e intensos, para a proteção e a recuperação da integridade do cabelo.

 

A mistura de etnias é um traço marcante na formação do povo brasileiro e ajuda a explicar a diversidade de tipos de cabelo no país. O quarto maior mercado consu­midor do mundo em produtos capilares oferece linhas de tratamento pós-química diversificadas, com o suporte de soluções inovadoras em matérias-primas.

 

O uso de shampoos, máscaras, ampolas, óleos e finalizadores desenvolvidos especialmente para cabelos processados é fundamental para a reposição de nutrientes perdidos após procedimentos químicos como descolora­ções e alisamentos, cujos mecanismos de ação atingem o córtex capilar.

 

 

Tratamentos personalizáveis

 

O Kit Lumina Cabelos Quimicamente Danificados da Natura – composto por shampoo reestruturante, máscara rege­neradora e condicionador provitalidade – promove a reconstrução dos fios após danos extremos. O sistema de tratamento confere textura mais uniforme ao cabelo, reduzindo pontas duplas e quebra. Os produtos foram desenvolvidos com a biotecnologia Pró-teia, que preenche os fios de dentro para fora, na medida de cada dano.

 

A composição traz o ati­vo Liporreposição, “que potencializa a inserção de lipídeos perdidos pela fibra capilar e devolve a coesão natural das cutículas, de for­ma inteligente”, diz a Natura. A promessa é entregar força e resistência desde a primeira aplicação, com blindagem contra danos futuros.

 

Em julho de 2019, a Schwarzkopf Professional apresentou ao mercado a linha de tratamento BC Fibre Clinix, com shampoo, máscara e potencializadores para um resultado personalizado. Os itens são formulados com as tecnologias Triple Bonding e C21.

 

A marca informa que a utilização do kit completo permite que essas tecnologias promovam restauração profunda, capaz de criar ligações tridimensionais dentro da fibra capilar e selagem completa da porosidade do cabelo, substituindo todos os 21 proteolipídeos presentes na cutícula. Segundo a Schwarzkopf Professional, a linha garante fios 10 vezes mais fortes em comparação aos que não foram submetidos ao tratamento.

 

O Shampoo BC Fibre Clinix Tribond limpa com sua­vidade e prepara o cabelo para a aplicação da máscara BC Fibre Clinix Tribond. Os produtos reconectam a estrutura interna do cabelo para melhorar sua resistência, enquanto a estrutura externa é selada para aumento do brilho.

 

Combinada a uma nova gama de potencializadores, a linha permite aos cabeleireiros a criação de tratamentos “sob medida” para seus clientes. A personalização acon­tece por meio da adição de boosters à BC Fibre Clinix Tribond, de acordo com necessidades específicas.

 

As opções de boosters são: Peptide Repair (para cabe­los danificados), Hyaluronic Moisture (para cabelos nor­mais a secos e cabelos cacheados), pH 4.5 Color Booster (para cabelos coloridos), Collagen Volume (para cabelos finos) e Keratin Smooth (para cabelos rebeldes). Os clientes podem estender os benefícios do siste­ma de tratamento por até 60 dias, usando a linha em casa, “de acordo com a recomendação de seu cabeleireiro de confiança”, ressalta a marca.

 

O aumento das colaborações entre marcas e influenciadores e a diversidade de soluções no mercado impulsionam a busca por produtos profissionais que ofereçam serviços customiza­dos. “A linha BC Fibre Clinix responde a essa necessidade, com um tratamento exclusivo de salão, totalmente personalizável e que atende todos os tipos de cabelo”, aponta a Schwarzkopf Professional.

 

A linha Eudora Siàge foi lançada em 2014, com a proposta de oferecer tratamentos capilares com­pletos e resultados profissionais por preços acessíveis. Em setembro do ano passado, a linha ganhou novas embalagens e formulações aprimoradas. A tecnologia Affinité 3D, antes presente em todos os produtos, foi atualizada para a biotecnologia Affinité 4D.

 

“Unindo a força da natureza ao poder da ciência, o novo recurso conta com uma inteligência detectora de danos, que trata os fios até a camada mais profunda, mesmo após o enxágue”, diz a Eudora. A linha Siàge é um dos carros-chefes da marca, pertencente ao Grupo Boticário. A renovação da Eudora Siàge incluiu os lan­çamentos Nutri Rosé e Loiro Expert.

 

A variante Siàge Nutri Rosé traz shampoo, condicio­nador, máscara de tratamento e o Leave-in Anti-tesoura. A composição é enriquecida com o Elixir de Rosas de Siàge, um blend feito a partir da colheita artesanal de 30 mil pétalas de rosas, que promove nutrição profunda, sem pesar. A argila vermelha, presente na formulação, contribui para o equilíbrio do couro cabeludo.

 

Dedicada à proteção e ao tratamento dos fios loiros, a linha Loiro Expert é composta por shampoo, condicionador, máscara matizadora e o ProtectPlex, um repositor que garante o tratamento capilar nas etapas pré e pós-química, com os cuidados específicos que os fios descoloridos requerem.

 

Um dos destaques no portfó­lio de produtos pós-química da Kérastase é a coleção Nutritive, tratamento indicado para cabe­los severamente ressecados e que oferece shampoo, máscara, leave-in e sérum noturno.

 

Os produtos são formulados com “a combinação de Gluco­-Active em sua mais alta concen­tração e extrato de rizoma de íris, que age desde as raízes, repondo os nutrientes perdidos durante o dia e criando uma cober­tura homogênea na fibra capilar”, informa a marca.

 

Depois do trio shampoo, máscara e leave-in, o ritual de nutrição profunda é fi­nalizado com o Kérastase Nutritive 8H Magic Night, sérum para aplicação no comprimento e nas pontas, com os fios úmidos. O produto é profun­damente absorvido pelas fibras capilares ao longo de oito horas de sono e não deixa resíduo no travesseiro. Na manhã seguinte, o cabelo estará macio, mais fácil de pentear e com um acabamento levemente aveluda­do. A composição inclui um complexo de vitaminas (B3, B5, B6, C e E).

 

A linha Elseve Reparação Total 5 Pós Química, da L'Oréal Paris, traz a junção de ceramida e proteínas para fortalecer e proteger o cabelo, atuando contra os princi­pais danos acarretados por procedimentos químicos: porosidade, frizz, quebra, opaci­dade e ressecamento. A família de produtos – shampoo, creme de tratamento, creme para pentear e condicionador – é formulada com Pró-Queratina, para reparar a fibra capilar danificada, e Bioceramida, para restaurar os fios.

 

Em setembro de 2020, a linha foi ampliada com o lan­çamento das cápsulas Longo dos Sonhos e Óleo Extraordi­nário. As cápsulas turbinam o tratamento feito em casa, agindo em apenas um minuto, “com resultados similares ao de uma hora de tratamento no salão”, afirma a Elseve. A composição traz a tecnologia Cicatri-Ceramida, desenvolvida em laboratórios no Brasil, especialmente para os cabelos das brasileiras.

 

A promessa é de resultado imediato, com fortalecimento das regiões danificadas dos fios, “em seu nível intercelular, com duas vezes menos quebra, restaurando-os em sua totalidade, com ação contra cinco fragilida­des: quebra, ressecamento, opacidade, rigidez e pontas duplas”.

 

 

Da raiz às pontas

 

Daniella Lopes Francischetti, gerente de marketing da Solabia, explica que a aplicação de produtos ade­quados nos cabelos que passaram por processos químicos é essencial, uma vez que a fibra capilar é uma estrutura “mor­ta”: “sozinha, ela não é capaz de sintetizar os componentes perdidos durante esses proces­sos”. Para descolorir ou alisar os fios, os produtos têm de alcançar o córtex, “onde estão os pigmentos que dão cor aos cabelos, e as pontes de dissulfeto, responsáveis por determinar a estrutura dos fios”, completa.

 

Cabelos sensibilizados por químicas precisam de reposição de massa proteica. Para cumprir essa função, a Solabia apresenta o Sublim’Hair. O ativo é produzido por meio de um processo biotecnológico de hidrólise enzimática a partir das sementes de quinoa, que forne­cem à fibra capilar os aminoácidos essenciais perdidos, entregando reparação e hidratação.

 

“Essa regeneração pode ser considerada completa, uma vez que Sublim’Hair age desde o córtex até as cutículas, devolvendo elasticidade e maciez aos cabe­los quimicamente tratados”, diz. O hidrolisado 100% vegano está na composição de uma máscara capilar de­senvolvida pela Lana Brasiles, marca brasileira voltada ao mercado externo.

 

Daniella destaca que processos químicos também demandam cuidados com o couro cabeludo, que pode entrar em desequilíbrio, levando ao aparecimento da caspa. O prebiótico Prelliance é capaz de restaurar o equilíbrio dessa microbiota “graças a um mecanismo biosseletivo, que favorece o crescimento da flora sapró­fita em detrimento da patogênica e/ou indesejada – neste caso, o fungo Malassezia restrita, conhecido por ser um dos causadores da caspa seca”, afirma.

 

Ela menciona que o diferencial do ativo, “premiado com o ouro na Innovation Zone como o ingrediente mais inovador da in cosmetics Latin America 2019”, é sua multifuncionalidade. Além da saúde do couro cabeludo, Prellliance devolve nutrição, penteabilidade e brilho ime­diato (com enxágue) aos cabelos quimicamente tratados.

 

Shampoo, condicionador e máscara são produtos importantes na manutenção do cabelo, mas agem como tratamento de ação rápida. Por permanecerem nos fios até a próxima lavagem, os finalizadores têm papel rele­vante no cuidado do cabelo submetido a procedimentos químicos.

 

Resistanse, uma ceramida-like rica em ácido behê­nico, fornece resistência mecânica ao frizz e à perda de cor, mantendo os cabelos ma­cios e hidratados. No mercado norte-americano, o ativo está presente na linha de uso pro­fissional Rewind, da Brazilian Blowout.

 

Liliana Brenner, diretora de marketing em Personal Care para a América Latina da Ashland, ressalta que procedi­mentos mal efetuados podem causar a queda dos fios. “A Ashland tem ingredientes ativos que tratam os cabelos de forma holística, com uma visão 360 graus: da raíz até as pontas”, comenta.

 

 

Para o tratamento pós-química, são destaques no por­tfólio da empresa ativos multifuncionais e com diferentes mecanismos de ação. São eles:

• Fiberhance BM solution – derivado da glucose, biodegradável e que penetra profundamente no córtex capilar, atuando como um multiplicador de pontes. Restaura as pontes de hidrogênio e pontes iônicas que reforçam a estrutura da queratina interna danificada por processos químicos, devolvendo força e maleabilidade aos cabelos enfraquecidos, “comparáveis a de um cabelo virgem”, diz Liliana.

 

• Chromohance 113 – polímero multifuncional para utilização em shampoos, condicionadores de enxágue e leave on. O ativo mantém a aparência de “acabei de sair do salão” nos cabelos tingidos, por protegê-los contra o desbotamento causado pelas sucessivas lavagens. O polímero preserva o condicionamento, conferindo movimento, brilho e vivacidade da cor por mais tempo.

 

• Escalol HP – filtro solar desenvolvido especifica­mente para os cabelos, para proteger as fibras naturais ou tingidas contra os danos causados pela radiação solar. Por ser quaternizado, oferece substantividade aos fios e pode ser utilizado em produtos com enxágue. Formulações com Escalol HP reduzem a degradação do triptofano e a quebra das ligações dissulfídicas, prevenindo a mudança da tonalidade da coloração e o aumento da rugosidade, melhorando a penteabilidade e o condicionamento e diminuindo a quebra.

 

• Luna Matrix System – tecnologia com efeito bioativo positivo que devolve a massa perdida dos ca­belos por processos oxidativos, reconstruindo interna e externamente a fibra capilar para devolver força, elasticidade, maciez, corpo e movi­mento aos fios.

 

• Clearhance C – derivado natural que promove condicionamento superior, “tanto a úmido quanto a seco, bem como a potenciali­zação de deposição de óleos vegetais, além de permitir a criação de texturas transparentes”, informa.

 

Para o tratamento do couro cabeludo e do bulbo capilar:

 

     • Vital ET biofunctional – ativo bio­disponível e estável derivado da vitamina E para resgate multinível da pele contra danos visíveis e invisíveis, causados por estresse externo e endógenos. Dentre os benefícios estão a defesa contra danos so­lares e a ação calmante, diminuindo problemas como ressecamento, vermelhidão, irritação e coceira do couro cabeludo, mesmo com o uso de produtos de enxágue, como os shampoos.

 

     • BiotHAIRapy – linha de ativos biofuncionais que revitaliza a raiz dos cabelos, de origem natural, biode­gradável e com validação COSMOS, para tratamento e proteção do couro cabeludo e do folículo capilar. Com foco no mecanismo de envelhecimento capilar, os ativos apoiam a organização natural do folículo e dos fios, me­lhorando a aparência do cabelo.

 

     • Procataline G2 – inspirado no “Hair Antioxidant System” para detox dos cabelos e purificação do couro cabeludo. O ativo reduz o dano oxidativo, melhorando a hidratação e a função de barreira, e equilibra a oleosida­de, ajudando a reduzir a descamação, a vermelhidão e a irritação do couro cabeludo. O produto também atua na proteção contra os danos causados pela poluição.

 

     • Dynagen – ativo biofuncional rico em frações de peptídeos bioativos e inspirado no “Hair Keratin System”, para cabelos mais fortes, grossos e com sensorial saudável.

 

Para Daniel Barreto, diretor­-geral da Assessa, o cuidado do cabelo que passou por proces­sos químicos acontece em duas etapas: “no primeiro momento, é preciso adotar estratégias de prevenção aos danos causados por cada tratamento. Num se­gundo momento, é necessário reparar os danos que não puderam ser evitados”.

 

Para prevenir danos causados pelo uso de água oxige­nada ou outros geradores de radicais livres, como ocorre em casos de coloração permanente ou semipermanente e de descoloração, a Assessa desenvolveu o Fiber DTOX. O ativo atua como um agente de remoção de metais pe­sados que se acumulam na superfície do cabelo. “Esses metais, encontrados no ar e na água, são absorvidos pelos fios e, quando em contato com peróxidos, agem como catalisadores de reações de Fenton, responsáveis pela geração de radicais livres agressivos que causam grandes danos às fibras”, explica.

 

O Filcortex VEG é um produto natural desenvol­vido pela Assessa que atua na reposição de um grupo específico de proteínas presentes nos cabelos, as KAPs (keratin-associated proteins). Essas proteínas são respon­sáveis por características mecânicas, como resistência e flexibilidade. “O produto é constituído por polímeros naturais de selagem de cutículas e peptídeos de origem vegetal que mimetizam as KAPs originais e penetram profundamente no córtex capilar”, descreve.

 

Ele destaca que, em oposição aos tratamentos conven­cionais à base de queratina animal hidrolisada, Filcortex VEG reequilibra a composição das proteínas do córtex capilar, contribuindo para a prevenção do aparecimento de pontas duplas (é 40% mais eficaz do que tratamentos à base de silicone), além de aumentar a densidade e a resistência dos fios.

 

A Assessa desenvolveu produtos que tratam e auxi­liam no styling de fios danificados por processos quí­micos agressivos. Focada na diversidade, essa gama de soluções oferece benefícios a cabelos lisos (Lisselini), cacheados suaves (Curvelini) e muito cacheados ou crespos (Quattro). Além de produtos para estilização e tratamento, a empresa criou o Fiber Plugin, um óleo que mimetiza o sebo natural dos cabelos e repõe a oleosidade perdida para a química.

 

Em fios submetidos a tinturas permanentes e semiper­manentes, o Colorhold reduz o desbotamento por lixivia­ção dos pigmentos com o preenchimento dos poros, “por meio de um sistema exclusivo chamado Sistema 4-D, de bloqueio dos pigmentos dentro da fibra”, comenta.

 

 

“Ainda pensando na diversidade de tipos de cabelos e na variedade de danos, o que cria imensa multiplici­dade de situações e tratamentos quase personalizados, os produtos foram pensados como peças de um quebra­-cabeças. São mutuamente compatíveis e permitem que se combinem livremente para trazer soluções a pratica­mente todas as situações de tratamento de cabelos pós­-química”, acrescenta.

 

 

     Para o tratamento de cabelos alisados e ressecados, por exemplo, é possível associar o Lisselini ao Fiber Plugin. Quando a situação é transicional, como o desejo de migrar do alisamento para um cabelo crespo natural, “pode-se usar uma combinação de Quattro com Filcor­tex VEG”, menciona.

 

 

Os ingredientes para tratamento capilar citados por Barreto são usados em produtos comercializados na Itália (Lisselini), Alemanha (Colorhold e Filcortex VEG), Estados Unidos (Curvelini), Espanha (Colorhold e Filcortex VEG) e Peru (Colorhold). Ele informa que outros projetos estão em andamento em alguns dos principais mercados do mundo.

 

Mais de 60% das brasileiras realizam tratamentos químicos nos cabelos, segundo dados da Kantar (referentes a 2018). “Tais procedimentos afe­tam as propriedades mecânicas, gerando danos na fibra capilar e, consequentemente, comprome­tendo a arquitetura original do cabelo”, ressalta Milett Quintero, coordenadora de Marketing e Comunicação da Novachem (distribuída com exclusividade no Brasil pela Dinaco).

 

 

Carlos Sica, gerente de Con­tas Internacionais Novachem, aponta que frizz, pontas duplas e perda dos fios são as principais queixas entre as jovens. “Com o aumen­to da idade, entram na lista os cabelos grisalhos e com pouco volume”, diz.

 

“Para reativar o ciclo de crescimento capilar após trata­mentos químicos, o ingrediente ativo Capilmax estimula a ação do bulbo piloso, revitalizando o cabelo desde a raiz”, menciona Sica. Além de tratar o couro cabeludo, o ativo tem ação antipoluição e aumenta a espessura do fio, “resultando em 33% mais volume”.

 

O ativo pós-biótico Extracell Plex aumenta a resistên­cia do cabelo profundamente danificado. Criado pela Nova­chem por meio de biotecnologia, o ativo é desenvolvido a partir de leveduras das uvas Malbec do sul da Argentina e produzido com upcycling: o bagaço de cana-de-açúcar da indústria canavieira é usado para alimentar as leveduras.

 

“A vantagem do Extracell Plex é a reconstrução da fibra capilar. Testes in vivo a 2% em um tratamento pós­-descoloração evidenciaram resultados significativos: reconstrução em 65% da fibra capilar em cabelos profun­damente danificados. Por adicionar KAPs e reconstruir as pontes dissulfeto, oferece maior resistência às proteínas do cabelo”, afirma. Outros benefícios mencionados por Sica são a recuperação da tenacidade e da força dos cabelos naturais em 100%, “além de mais 40% de resistência ao estresse mecânico”.

 

Cabelos e couro cabeludo estão constantemente expostos a fatores de estresse que podem danificá-los. “Dentre esses fatores estão os procedimentos químicos que conduzem à formação de radicais livres e Espécies Reativas de Oxigênio (ERO), que afetam notavelmente a estrutura do cabelo, pela oxida­ção e degradação das proteínas”, ressalta Rafael Mancini, gerente de Marketing da Volp.

 

“Cabelos fragilizados preci­sam de uma limpeza mais suave, sem deixar de lado a performan­ce. Dessa forma, apostar em um shampoo sulfate-free é uma excelente estratégia para manter couro cabeludo e cabelos saudáveis”, acrescenta.

 

No portfólio de ingredientes ativos da Volp para tra­tamentos pós-química, são destaques o KeraGuard e o JabuticaBelle, desenvolvidos pela parceira Mibelle Biochemistry. KeraGuard é um antioxidante derivado do girassol e da goma tara que (em aplicações de 0,5%) neu­traliza os efeitos dos radicais livres presentes no ambiente, como poluição e calor. O ativo também restaura o cabelo que passou por um processo químico recente.

 

O JabuticaBelle oferece proteção ao couro cabeludo, minimizando a irritabilidade (descamação, vermelhidão e prurido). “Estudos clínicos com shampoo contendo 0,5% do JabuticaBelle comprovam que após três dias de uso os voluntários apresentam melhora na descamação (65%), irritação (50%) e prurido (75%)”, afirma. Outro benefício é a proteção da cor, por meio da formação de um filme respirável, que aumenta o brilho natural dos cabelos.

 

“A parceira Rhodia Solvay Group oferece o Polycare Split Therapy, ativo derivado da goma guar com índice de naturalização de 0,78 e que pode recuperar até 90% das pontas do fio, o que é perceptível já na primeira aplicação. Ele promove um sensorial agradável, sem o indesejável build up”, menciona.

 

O Sharomix EG10, da Sharon Labs, é um sistema conservante de amplo espectro composto de fenoxietanol e etil-hexilglicerina. “Apesar de não listada como con­servante, a etil-hexilglicerina funciona como um booster para a ação do fenoxietanol e tem função emoliente, sendo um ingrediente multifuncional. De fácil manipulação e aprovado em diversos países, o Sharomix EG10 pode ser utilizado em diversos tipos de cosméticos”, completa.

Matérias relacionadas:

Parcerias com Startups

Erica Franquilino

Proteção Solar

Érica Franquilino

Escovas

Erica Franquilino

Novos Produtos