Assuntos Regulatórios

Brindando ao presente responsável

Novembro/Dezembro 2018

Artur João Gradim

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Artur João Gradim

Tendo em vista que assuntos pendentes, de interesse das empresas e de produtos de HPPC na Anvisa, continuam aguardando, de forma latente, renovada promessa de solução até o final deste ano, a minha abordagem nesta edição de final de ano vai extrapolar as fronteiras regulatórias. Aproveito a oportunidade para comentar o Prêmio Abihpec Beleza Brasil 2018, na 6ª. edição, cuja cerimônia foi realizada no dia 5 de novembro. Nessa oportunidade, foram conhecidos os finalistas e, dentre eles, escolhidos os vencedores de diversas categorias, inclusive o perfumista do ano. Essa escolha foi realizada por um corpo de jurados de notório saber, nas diferentes categorias contempladas.

Como é tradicional nessa premiação, os concorrentes, associados ou não à Abihpec, foram avaliados nos quesitos de sustentabilidade e empreendedorismo, concluindo com a premiação da melhor empresa do ano.

O diferencial desse evento da indústria de HPPC – que ouso comentar como destaque – foram as merecidas premiações sobre ações na área de sustentabilidade. Essas ações foram fundamentadas no Projeto desenvolvido pela Abihpec denominado “Dê a mão para o futuro – Reciclagem, Trabalho e Renda”. Esse projeto foi lançado antes da promulgação da Lei nº 12.305/10, referente à Política Nacional de Resíduos Sólidos. O projeto atualmente conta com a participação de associações parceiras, fato que permitiu que grande parte das empresas do setor HPPC participasse dessa atividade de contribuição para o meio ambiente. Igualmente, o projeto conta com a parceria de cooperativas de reciclagem, cujos membros foram igualmente benefi ciados ao adquirir melhores condições de vida e de respeito ao exercerem uma atividade contínua, organizada e monitorada. Durante a premiação, o trabalho desses colaboradores foi destacado, constituindo-se no ponto alto do evento.

Considerando que a maioria dos presentes eram dirigentes de empresas, profissionais das áreas de mercado e industrial de produtos finais, e da ampla cadeia produtiva desse segmento de produtos, certamente, a pegada forte no tema da sustentabilidade deve ter ativados os sensores de muitos dos presentes para que coloquem em prática outras ações de sustentabilidade. Ações de sustentabilidade estão no nosso dia a dia, diante de nossos olhos, o que falta é impulso para serem ativadas. Portanto, fornecedores da ampla cadeia de fornecedores da indústria de HPPC poderão reavaliar o consumo de água e energia adotando práticas otimizadas de processos industriais e aproximando-se das boas práticas, precedendo as ações da logística reversa enquanto a era dos ecopolímeros não chega.

Concluindo, acredito que o evento agregou valor aos presentes, não só pela premiação e pelas homenagens prestadas, em ambos os casos, merecidas, mas igualmente por relembrar a importância da conscientização necessária, não só referente a participar em ações conjuntas, mas também a praticar ações no meio ambiente em que vivemos. Essa conscientização vai contribuir para evitar desperdícios e/ou degradar o meio ambiente em que vivemos, em detrimento de gerações de um futuro próximo, ou enquanto as tecnologias reconstituintes da biodegradação não estiverem disponíveis.

Um brinde aos premiados, organizadores e participantes da cerimônia do Prêmio Abihpec Beleza Brasil 2018.

Feliz Nata a todos!



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos