21 de Outubro de 2018
Gestão em P&D

Como aproveitar ao máximo uma palestra

Setembro/Outubro 2018

Wallace Magalhães

colunistas@tecnopress-editora.com.br

Wallace Magalhães

A indústria de cosméticos é caracterizada pelo grande número de lançamentos, o que exige muito da equipe técnica, principalmente do pessoal de P&D. Os novos produtos podem ser de classes totalmente diferentes, abrangendo fundamentos e tecnologias totalmente distintas, como máscaras capilares e perfumes, por exemplo. Como nem sempre é possível ter na empresa um profissional dedicado a um determinado assunto, uma solução boa e muito econômica é buscar informações em palestras, como as que acontecem no Seminário de Atualização em Cosmetologia, organizado pela Tecnopress Editora. Os trabalhos apresentados são desenvolvidos e apresentados por especialistas com muitos recursos e experiência no assunto. Ou seja, um achado. Obviamente, nem tudo vai entrar nos seus projetos naquele momento, mas você estará adicionando mais conteúdo ao seu background técnico, e isto pode ter um peso enorme na eficiência do seu trabalho e em sua evolução, mesmo se você for um profissional experiente. Sem dizer que o assunto vem ‘mastigado’, o que poupa o seu precioso tempo. Por isso, vale a pena se preparar. Veja algumas recomendações que podem remetê-lo a um patamar de aproveitamento bem interessante.


1. Antecipadamente, leia com atenção os títulos de cada palestra. Se possível, leia alguma coisa sobre o assunto um dia antes do evento. Se tiver dúvidas nesta preparação, anote-as para perguntar ou debater com o palestrante. Você poderá ter a oportunidade de discutir com um técnico bem preparado, de maneira rápida e sem custo.


2. Durante a palestra, mantenha-se concentrado. Mesmo sabendo que é muito fácil dispersar a atenção, quanto mais focado você estiver, melhor será o rendimento. Para prender sua atenção, faça anotações rápidas durante a apresentação, não só do que o palestrante fala, mas, principalmente, de alguma ideia que você tenha naquele momento. Não perca tempo copiando tudo. Normalmente, os palestrantes disponibilizam suas apresentações, mas lembre-se de que no material disponibilizado não estará tudo o que foi dito. Por isso, suas anotações são tão importantes.


3. Preste muita atenção nas ‘informações satélites’ das apresentações, porque elas poderão ser úteis para você desenvolver novas soluções e metodologias. Por exemplo, na apresentação de um ativo para cabelo, sempre são citados os métodos usados nas avaliações. Você poderá encontrar muitas coisas que podem servir de base para montar novos métodos de avaliação em seu laboratório. Isto é importante porque desenvolver e aprimorar a maneira de fazer a verificação da eficácia de produtos, mesmo quando não exigido pela Anvisa, deve ser uma meta a ser perseguida porque, em um mercado cada vez mais competitivo, isto é pré-requisito cada vez mais determinante do sucesso.


4. Aproveite os intervalos para interagir com o palestrante e com outros participantes, falando sobre o assunto. Você pode não ter percebido um ou outro detalhe importante de uma apresentação. Lembre-se também de se relacionar com o máximo de pessoas possível. Isto poderá abrir novos caminhos, inclusive para solucionar problemas futuros.


5. No próximo dia de trabalho, debata os assuntos abordados com os colegas que também assistiram às apresentações. Conte o que você viu aos que não puderam comparecer ao evento. Faça isto não somente para dar ciência aos outros, mas também para aumentar a sua retenção do assunto.


6. E claro, solicite sempre as apresentações aos palestrantes. Assim que recebê-las, reveja o seu conteúdo, juntamente com suas anotações, o mais rápido que puder. Faça novas anotações. Crie um banco ordenado com os arquivos das apresentações que você recebeu e com as ideias que teve. Faça uma revisão de tempos em tempos até extrair tudo o que for possível.


Se seguir estas recomendações, certamente você terá um melhor aproveitamento do conteúdo apresentado em palestras.


Mas não se esqueça: o mais importante é como irá utilizar o que viu. Como a apresentação acontece para várias pessoas, se você ‘copiar tal e qual’, o seu produto corre o risco de ser mais um. Será necessário ‘algo mais’, e isto não significa obrigatoriamente incluir um novo ingrediente na formulação. Aí é que deve ser usada sua capacidade de associar informações de fontes e tempos diferentes, além de sua própria percepção e sensibilidade. É o tal do background. Lembre-se: o sucesso é feito da soma de detalhes. Em palestras, os detalhes podem estar lá. E de graça. Desperdiçar isto não é uma boa ideia. Portanto, aproveite ao máximo. Boa palestra!



Outros Colunistas:

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos