21 de Agosto de 2018

Controle de Odor em Aplicações Cosméticas 

 
 
Kim Long Yeo ANGUS Chemical Company – Cingapura, Ruth Keiko Kuriyama  ANGUS Chemical Company – Brasil
 


Mecanismos de Desodorização

Estudo de Cinética de Reação com Tris Amino™ Ultra PC

Protocolo de testes por HLPC

Resultados

Conclusão

Referências

Sobre o TRIS AMINO™ ULTRA PC
 

   A percepção do odor é um sentido primitivo. O olfato permite o prazer, pode subconscientemente alertar sobre o perigo, ajudar a localizar os companheiros, a encontrar comida ou detectar predadores. O olfato humano é tão bom quanto ode muitos outros animais e pode distinguir uma diversidade de odores – cerca de 10 mil aromas.1
 
   Os odores desagradáveis desempenham vários papéis na natureza, muitas vezes para alertar sobre o perigo. Um odor que é percebido como desagradável por algumas pessoas ou culturas pode ser considerado atraente por outras, devido à sua maior familiaridade ou à sua melhor reputação.2
 
   O que realmente faz com que uma substância cheire desagradavelmente pode ser diferente do que se percebe. Por exemplo, a transpiração é, muitas vezes,considerada mau cheirosa, mas na verdade o suor é inodoro: são as bactériasque decompõe algumas substâncias do suorque produzem odor desagradável.3
 
  Existe uma infinidade de produtos para minimizar ou resolver os problemas de odor, principalmente relacionados ao suor de nosso corpo.

 

Mecanismos de Desodorização 

   Há muitos mecanismos de desodorização. Entre os mais comuns, podemos citar a remoção física, a remoção química por neutralização, o mascaramento e a prevenção da formação do odor por redução do fluxo de odor ou inibição bacteriana. 
 
   Entre os produtos comerciais mais comuns indicados para esse propósito estão os desodorantes e os antiperspirantes.Os desodorantes, em geral, em sua composição têm substâncias que inibem o crescimento das bactérias da pele, evitando assim que estas metabolizem o suor e, consequentemente,evitando também o odor resultante dessa decomposição. Além disso, podem ser combinados com outros componentes para mascarar o odor, comofragrâncias. Já osantiperspirantesatuam na inibição da transpiração por meio do bloqueio dos dutos sudoríparos, reduzindo assim a produção de suor. Os principais componentes ativos desses tipos de produtos são à base de alumínio e de seus derivados. 
 
   Recentemente muitos questionamentos começaram a ser levantados em relação aos potenciais efeitos negativos associados aos antitranspirantes, como a absorção do alumínio e a sua relação com o câncer de mama. Porém ainda nãoexistem dados robustos para confirmar essa relação. Além disso, existe a preocupação com o risco de obstrução dos poros e com a inflamação das glândulas sudoríparas. 

 

Estudo de Cinética de Reação com Tris Amino™ Ultra PC
 

   Neste estudo foi pesquisada a cinética de reação do Tris Amino™ Ultra PC (marca comercial da ANGUS) com alguns odores típicos do ser humano, com a finalidade de entender sua aplicabilidade no controle de odor para aplicações em produtos de cuidado pessoal. 
 
   O Tris Amino™ Ultra PC(INCI: Tromethamine; designação técnica: 2-amino-2-hidroximetil-1,3-propanodiol) é um composto de quatro carbonos contendo grupos funcionais hidroxila e amina (Figura 1). O Tris Amino™ Ultra PC, neste texto, será referido como TA.
 
   Os usos mais notáveis do TA são como buffer do pH de enzimas, tanto para aplicações biotecnológicas como industriais, e na purificação de moléculas biológicas, como anticorpos monoclonais, proteínas recombinantes e insulina para aplicações médicas.
 
   O TA é frequentemente encontrado como um excipiente em fármacos, soluções oftálmicas e produtos farmacêuticos tópicos, principalmente, por suas ações de neutralização e tamponante.4
 
   Em uso cosmético, devido à sua alcalinidade suave, ao seu pH fisiológico e ao seu excelente perfil de toxicidade, o TAé muito utilizado em aplicações para a pele, como géis de tratamento e cremes faciais, protetores solares, entre outros. Suas funcionalidades principais sãoasde neutralização e tamponamento. 
 
   O uso do TA em desodorantes e aplicações para controle de odor tem sido pouco explorado quando comparado às suas demais aplicações. Porém já existem patentes e registros de usos mostrando sua utilização na redução de odores de formaldeído, devido à sua reatividade com aldeídos.    
 
Para demonstrar opotencial de aplicabilidade do TA no auxílio de controle de odores humanos,foram estudadas as seguintes substâncias químicas:
 
2-nonenal:aldeído insaturado, associado com alterações de maus odores durante o envelhecimento (pessoas idosas);

Ácido isovalérico:componente principal do odor desagradável nos pés; produzido por bactérias cutâneas que metabolizam a leucina.
 
Ácido propiônico:presente em muitas amostras de suor; produto da degradação de alguns aminoácidos pelas propionibactérias que prosperam nos dutos das glândulas sebáceas de adolescentes e adultos; quimicamente é semelhante ao ácido acético (cheiro de vinagre).
 
 
Os mecanismos de reação propostossão: 
 
Reação ácido fraco – com base fraca:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Reação com aldeídos para formar iminas ou oxazolidinas:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   Outras duas moléculas comumente utilizadas para neutralização e ajuste de pH em formulações cosméticas foram incluídas neste estudo para comparação: TEA (Triethanolamine; CAS 102-71-6) e AMPDTM (2-amino-2-methyl-1,3-propanediol; CAS: 115-69-5).

 

Figura 2:

 

Figura 3:

 

Figura 4:

 

Figura 5:

 

Protocolo de testes por HLPC 
 

   Foram preparadas soluções de TA, AMPD e TEA e pH ajustado para pH 7,0±0,1 utilizando HCl.
 
   Diferentes concentrações dessas soluções (de 0,1% a 6%) foram então adicionadas em cada um dos odores estudados, sendo eles: ácido propiônico(500 ppm), 2-nonenal (10 ppm) e ácido isovalérico(500 ppm). 
 
   Cada amostra foi analisada por HPLC, após 1 hora e após 24 horas de reação à temperatura ambiente. Ao final, foi calculada a concentração não reagida. 
 
   No caso do 2-nonenal, esse ingrediente também foi submetido à temperatura de 37°C para simular uma condição próxima à temperatura corporal. 

 

Resultados 

Neutralização do ácido propiônico (Figura 2):
 
Neutralização do 2-nonenal à temperatura ambiente (Figura 3):
 
Neutralização do 2-nonenal à 37oC (Figura 4):
 
Neutralização do ácido isovalérico (Figura 5):
 


Conclusão 

   O TA demonstrou boa eficiência para reagir com os 3 odores, destacando-se o desempenho doácido propiônico. Sua reatividade com esses 3 odores típicos sugere bom desempenho como sequestrante de odores humanos em aplicações de cuidado pessoal. Por meio do estudo por HPLC, são recomendadasdosagens entre 2-4% para obter redução significativa do odor. Quanto à cinética de reação, o TA reagiu rapidamente com os ácidospropiônico e isovalérico, não havendo diferença de desempenho entre após 1 hora eapós 24 horas da reação. Já para o 2-nonenal a cinética de reação é mais lenta, havendo diferença de desempenho após 1 hora e após 24 horas. 
 
   Como o mecanismo de ação do TA não é antisséptico nem na inibição de transpiração, sua eficácia ao longo do tempo pode decair em função da sua gradual reação com os odores formados. Estudos posteriores de eficácia do TA, em situações que simulem condições dinâmicas de uso e possivelmente combinando-o com outros ativos e ingredientes de uma formulação para controle de odor, devem ser conduzidos para melhor entendimento e ajuste do seu desempenho na aplicação final. 
 
   Ainda assim, pode-sedestacar a vantagem do TA de não bloquear os dutos das glândulas sudoríparas, nem atuar como mascarante, uma vez que seu mecanismo de ação é a reação com o odor formado. 

 

Referências

1. Bushdid C, MagnascoMO, Vosshall LB, Keller A. Humans can discriminate more than 1 trillion olfactory stimuli. Science343(6177):1370-1372, 2014
2. Engen T. Odor sensation and memory. New York: Praeger,1991
3. Mandaras L, Madaras A, Sullivan S. What's happening to my body? Book for boys. Revised Edition, Newmarket Press, 2007
4. Tris Aminoapplicationbulletin. Disponível em:. Acesso em: 1/12/2017

 

Sobre o TRIS AMINO™ ULTRA PC

O TRIS AMINO™ ULTRA PC atende às mais exigentes regulações globais para cosméticos, além de já ter umlongo histórico de uso em aplicações cosméticas e farmacêuticas.

Para mais informações, acesse www.angus.com.

 

Novos Produtos