x
Cosmetics

Edição Atual

http://kosmoscience.com.br/
http://www.bbquimica.com.br/bbq/
http://www.cosmotec.com.br
http://www.vantagespecialties.com/
http://www.fcecosmetique.com.br/pt/porque-expor?utm_source=Permuta_CT_SITE&utm_medium=Banner
http://www.sensient-cosmetics.com
http://www.wacker.com/cms/en/products/brands/wacker-belsil/belsil.jsp?cid=ba:1246
http://galena.com.br/
http://www.sarfam.com.br
18 de Dezembro de 2017

Tricologia

Novos produtos para tratamentos capilares

Janeiro/Fevereiro 2009

Valcinir Bedin

Valcinir Bedin

colunistas@tecnopress-editora.com.br

A cada ano são apresentados novos produtos que prometem resolver, de uma vez por todas, a imensa gama de problemas capilares que afligem a humanidade. Cabe a nós, técnicos, separar o joio do trigo.

Por questões didáticas vamos agrupar as novidades em dois blocos: produtos para tratamento da queda capilar e produtos para tratamento cosmético dos cabelos.

Tratamento da queda de cabelos

O folículo piloso é uma estrutura tão diversa da maioria das outras partes do corpo humano que merece uma breve descrição. É composto por células germinativas que, acredita-se, sofrem divisão celular mesmo após a morte.

Contém também células do tecido epitelial e sua porção mais interna encontra-se em contato direto com a papila dérmica, estrutura composta por células do tecido conjuntivo, onde vamos encontrar vasos, nervos e receptores hormonais.

Portanto, qualquer produto que tenha a pretensão de ser classificado como estimulante do crescimento capilar tem que agir nesta área.

Vamos nos ater aos produtos tópicos, uma vez que os por via oral, à exceção dos polivitaminicos, restringem-se aos bloqueadores da 5-alfa-reductase como a finasterida e o fitoterápico Serenoa repens. Para uso tópico temos vários princípios ativos, entre os quais destacamos:

- Peptídeos do cobre: têm a função de bloquear a enzima 5-alfa-reductase, responsável pela transformação da testoterona livre em diidrotestosterona, que, por sua vez, é responsável pelo processo de miniaturização do fio na alopecia androgenética.

- Fator de crescimento insulínico: estimula a papila dérmica, fazendo aumentar a penetração de nutrientes, levando à produção de fios mais espessos.

- Fator de crescimento fibroblástico básico: estimula a circulação sanguínea na papila, trazendo mais nutrientes para a área.

- Fator de crescimento vascular: indução de neovascularogenese, promovendo melhor vascularização da área e conseqüente maior oxigenação e nutrição do folículo piloso.

Tratamento cosmético dos cabelos

Podemos chamar também de tratamento da aparência dos fios ou de tratamento da haste capilar. Os fios têm algumas qualidades específicas como penteabilidade, brilho e maciez, todas devidas às características da estrutura mais externa da haste, chamada cutícula. Toda vez que a cutícula não estiver íntegra, uma ou mais dessas qualidades se perdem. Isto posto, produtos para tratamento externo dos fios devem sempre priorizar a recuperação da cutícula capilar.

- Proteína de seda hidrolisada: mantém a hidratação natural dos fios, formando um filme-protetor contra agentes exógenos.

- Leite hidrolisado: auxilia na manutenção da hidratação natural dos fios.

- Proteínas da soja hidrolisada: têm a função hidratante e também remineralizante dos fios.

- Extratos de frutas: colaboram na manutenção da hidratação e auxiliam no processo de remineralização dos fios através dos polifenóis e dos alfa-hidróxi-ácidos.

- Extrato de algas marinhas vermelhas e marrons: em forma líquida, contendo biopolímeros polietrolíticos e polissacarídeos, indicado para produtos líquidos e transparentes como shampoos e tônicos.

- Proteína de trigo hidrolisada: promove brilho porque recupera (temporariamente) pequenos danos causados à cutícula, devolvendo a sua capacidade de refletir a luz.

- Aminoácidos de alta higroscopia: devolvem aos fios a capacidade de penteabilidade, ou seja, a facilidade com que se pode pentear um cabelo.

- Mistura lipídica de vitaminas A, C e E: tem o efeito reconstrutor dos fios, apondo-se à estrutura da haste.

Para concluir, gostaria de lembrar que o uso é que consagra um produto. Apenas o tempo vai ser capaz de provar que realmente estes ativos têm o poder de ação que são a eles atribuídos.

Cosmetics Online

Outros Colunistas:

Adolfo Braga Neto - Mediação Antonio Celso da Silva - Embale Certo Artur João Gradim - Assuntos Regulatórios Carlos Alberto Pacheco - Mercado Carlos Alberto Trevisan - Boas Práticas Carmita  Magalhães - Fragrâncias Cristiane M Santos - Direito do Consumidor Denise Steiner - Temas Dermatológicos Dermeval de Carvalho - Toxicologia Emiro Khury - Assuntos Regulatórios John Jimenez - Tendências Luis Antonio Paludetti - Manipulação Cosmética Luiz Brandão - Assuntos Regulatórios Valcinir Bedin - Tricologia Wallace Magalhães - Gestão em P&D Cosmetics Online

Compartilhe

  • Twitter
  • Facebook
  • Orkut
  • Voltar

Comentários

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Cosmetics